Covid-19: Espanha regista 6.216 novos casos e 117 mortes nas últimas 24 horas

A Espanha registou hoje 6.216 novos casos de covid-19, elevando para 3.212.332 o total de infetados até agora no país, tendo a tendência descendente de novos contágios estagnado há três dias

Covid-19: Espanha regista 6.216 novos casos e 117 mortes nas últimas 24 horas

Covid-19: Espanha regista 6.216 novos casos e 117 mortes nas últimas 24 horas

A Espanha registou hoje 6.216 novos casos de covid-19, elevando para 3.212.332 o total de infetados até agora no país, tendo a tendência descendente de novos contágios estagnado há três dias

Madrid, 18 mar 2021 (Lusa) – A Espanha registou hoje 6.216 novos casos de covid-19, elevando para 3.212.332 o total de infetados até agora no país, tendo a tendência descendente de novos contágios estagnado há três dias, segundo o Ministério da Saúde espanhol.

As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 117 mortes nas últimas 24 horas atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 72.910.

O número diário de notificações de novos casos aumentou de 6.092 na quarta-feira para 6.216 hoje, e o de mortes diminuiu de 228 para 117.

O nível de incidência acumulada (contágios) em Espanha está estagnado pelo terceiro dia consecutivo nos 128 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As regiões com os níveis mais elevados são as de Madrid (225), País Basco (177), Astúrias (172), Catalunha (162) e Aragão (126).

Nas últimas 24 horas deram entrada nos hospitais em todo o país 857 pessoas com a doença (826 na quarta-feira), das quais 203 em Madrid, 173 na Catalunha e 152 na Andaluzia.

Por outro lado, diminuiu para 7.841 o número de hospitalizados com a covid-19 (8.071), o que corresponde a 6% das camas, das quais 1.950 pacientes em unidades de cuidados intensivos (1.997), 20% das camas desse serviço.

A ministra dos Negócios Estrangeiros espanhola, Arancha Gonzalez Laya, apelou entretanto hoje aos cidadãos de outros países para limitarem as viagens e serem “prudentes e responsáveis”, recordando que todos os governos europeus recomendaram que não fosse feitas deslocações, exceto em casos de necessidade.

A Espanha impôs restrições à mobilidade durante as próximas semanas para evitar um novo aumento dos contágios do novo coronavírus, mas estas medidas só têm implicações a nível interno, uma vez que permitem aos turistas europeus viajar para o território espanhol.

Apesar de as regiões espanholas estarem fechadas entre si, é possível chegar de avião a partir do estrangeiro, embora os viajantes tenham de apresentar um teste PCR negativo realizado num prazo máximo de 72 horas.

A Alemanha retirou regiões espanholas como as Ilhas Baleares das zonas consideradas de risco, o que levou a uma grande procura de reservas de voos para estas ilhas, um destino preferido dos alemães, embora Berlim também insista na recomendação de se evitarem viagens que não são essenciais.

O aumento de reservas de voos a partir da Alemanha é também notado nas ilhas atlânticas das Canárias, embora em menor grau.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.682.032 mortos no mundo, resultantes de mais de 121,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.743 pessoas dos 816.055 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

FPB // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS