Covid-19: Espanha regista 14.515 novos casos e 388 mortes nas últimas 24 horas

A Espanha registou hoje 14.515 novos casos de covid-19, elevando para 3.121.687 o total de infetados até agora no país, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

Covid-19: Espanha regista 14.515 novos casos e 388 mortes nas últimas 24 horas

Covid-19: Espanha regista 14.515 novos casos e 388 mortes nas últimas 24 horas

A Espanha registou hoje 14.515 novos casos de covid-19, elevando para 3.121.687 o total de infetados até agora no país, segundo números divulgados pelo Ministério da Saúde espanhol.

As autoridades sanitárias também contabilizaram 388 mortes nas últimas 24 horas atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 66.704 desde o início da pandemia.

O número de novos casos subiu de quarta-feira para hoje de 10.829 para 14.515, e o de mortes baixou de 337 para 388.

O nível de incidência acumulada (contágios) em Espanha continua a descer, tendo passado de quarta para quinta-feira de 350 para 321 casos diagnosticados por 100.000 habitantes nos 14 dias anteriores.

As regiões com os níveis mais elevados são as de Madrid (457), Castela e Leão (376), Andaluzia (375), Aragão (358), País Basco (357) e Comunidade Valenciana (344).

Nas últimas 24 horas deram entrada nos hospitais em todo o país 1.344 pessoas com a doença (1.421 na quarta-feira), das quais 298 em Madrid, 250 na Catalunha e 249 na Andaluzia.

Por outro lado, baixou para 17.259 o número de pessoas hospitalizadas com a covid-19 (18.322 na quarta-feira), o que corresponde a 14% das camas, das quais 3.822 pacientes em unidades de cuidados intensivos (3.909), 35% das camas desse serviço.

O Boletim Oficial do Estado (correspondente ao Diário da República em Portugal) publicou hoje a resolução a estipular que, a partir de 22 de fevereiro próximo, os viajantes que cheguem a qualquer aeroporto espanhol provenientes do Brasil ou da África do Sul façam uma quarentena de 10 dias para evitar a propagação de novas variantes da covid-19.

O Ministério da Saúde estima que a variante britânica é responsável por uma em cada cinco das infeções verificadas em Espanha.

A ministra da Saúde, Carolina Darias, afirmou hoje que “613 casos da variante” detetada no Reino Unido foram confirmados em Espanha, embora a estimativa seja de que esta poderia ser responsáveis por “cerca de 20% dos casos confirmados”.

Carolina Darias, também avançou que até à data “um número muito pequeno” da população do país rejeitou as vacinas contra a covid-19, pelo que a aceitação destes medicamentos está a ser “excelente”.

O governo regional da comunidade autónoma espanhola de Castela e Leão, que faz fronteira com o nordeste de Portugal anunciou hoje que decidiu acabar com a cerca sanitária ao nível de cada província em vigor desde 15 de janeiro passado, mantendo essa cerca apenas ao nível de toda a comunidade.

O executivo desta região espanhola, que assim como todas as outras tem autonomia em questões de saúde, também eliminou o limite máximo de 25 fiéis nos espaços religiosos, permitindo em termos gerais a ocupação de um terço da capacidade nas igrejas.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.430.693 mortos no mundo, resultantes de mais de 109,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 15.754 pessoas dos 792.829 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS