Covid-19: Espanha diminui risco de contágio de “alto” para “médio”

A Espanha passou hoje de “risco alto” para “risco médio” de transmissão de covid-19, tendo reduzido para menos de 150 os casos de incidência acumulada diagnosticados nos últimos 14 dias por cada 100.000 habitantes.

Covid-19: Espanha diminui risco de contágio de

Covid-19: Espanha diminui risco de contágio de “alto” para “médio”

A Espanha passou hoje de “risco alto” para “risco médio” de transmissão de covid-19, tendo reduzido para menos de 150 os casos de incidência acumulada diagnosticados nos últimos 14 dias por cada 100.000 habitantes.

De acordo com os números divulgados hoje pelas autoridades sanitárias espanholas, a incidência acumulada (contágios) continua a baixar, tendo diminuído de 150 (quarta-feira) para 140 casos (hoje) diagnosticados nos últimos 14 dias por cada 100.000 habitantes.

Por outro lado, foram registados 4.763 novos casos de infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, tendo o Ministério da Saúde espanhol também notificado mais 71 mortes atribuídas à doença desde quarta-feira.

O número total de casos desde o início da pandemia é de 4.903 e já faleceram 85.218 pessoas com a doença.

Nas últimas 24 horas deram entrada nos hospitais de todo o país 442 pessoas com a doença (453 na quarta-feira), das quais 81 em Madrid, 78 na Catalunha e 58 na Andaluzia.

Por outro lado, desceu para 5.115 o número de hospitalizados com covid-19 (5.344), o que corresponde a 4,3% das camas, dos quais 1.258 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos (1.313), 13,7% das camas desses serviços.

Os serviços do Ministério da Saúde também anunciaram hoje que 34,9 milhões de pessoas já estão completamente vacinadas contra a covid-19 (78,1% da população total), e 37,0 milhões têm pelo menos uma das doses (78,1%), em cerca de 47,3 milhões de habitantes que tem o país.

Em Espanha, as comunidades autónomas começaram hoje a inocular 100.000 doentes imunodeprimidos com a terceira dose da vacina.

A covid-19 provocou pelo menos 4.593.164 mortes em todo o mundo, entre mais de 222,46 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.836 pessoas e foram contabilizados 1.052.127 casos de infeção confirmados, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

FPB // PMC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS