Covid-19: Espanha com contágios a subir mas pressão hospitalar estabiliza

A incidência acumulada em Espanha voltou a subir, principalmente entre os jovens, mas a pressão hospitalar mantém-se relativamente estável, informou o Ministério da Saúde.

Covid-19: Espanha com contágios a subir mas pressão hospitalar estabiliza

Covid-19: Espanha com contágios a subir mas pressão hospitalar estabiliza

A incidência acumulada em Espanha voltou a subir, principalmente entre os jovens, mas a pressão hospitalar mantém-se relativamente estável, informou o Ministério da Saúde.

Madrid, 07 jul 2021 (Lusa) — A incidência acumulada (contágios) em Espanha voltou hoje a subir, principalmente entre os jovens, mas a pressão hospitalar mantém-se relativamente estável, segundo os números divulgados pelo Ministério da Saúde.

O nível de contágios teve uma subida de 27 unidades, tendo a incidência acumulada passado dos 225 (terça-feira) para 252 casos (hoje) diagnosticados por cada 100.000 habitantes nas últimas duas semanas.

As comunidades autónomas espanholas com os níveis mais elevados são as da Catalunha (557), Cantábria (373), Navarra (345), Castela e Leão (343), Comunidade Valenciana (240), Astúrias (233) e Andaluzia (212).

Entre os jovens de 20 a 29 anos a incidência acumulada disparou para um nível de 814 (717 na terça-feira) pessoas infetadas por cada 100.000 pessoas, nos últimos 14 dias, mais 77 unidades do que na segunda-feira.

O segundo grupo mais atingido é o dos jovens de idades entre 12 e 19 anos, faixa etária em que se registam 729 casos (653) por cada 100.000 pessoas.

Em termos gerais, a Espanha registou 17.384 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 3.897.996 o total de infetados até agora.

Os serviços sanitários notificaram também mais 17 mortes atribuídas à pandemia desde terça-feira (18 no dia anterior), um número que tem vindo a baixar, havendo agora um total de 80.969 óbitos desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas, deram entrada nos hospitais de todo o país 451 pessoas com a doença (454 na terça-feira), das quais 156 na Catalunha, 72 na Andaluzia, 48 em Madrid e 37 na Comunidade Valenciana.

Por outro lado, desceu para 2.829 pessoas o número de hospitalizados com covid-19 (2.847), o que corresponde a 2,4% das camas, dos quais 598 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos (616), 6,6% das camas desses serviços.

O Governo espanhol não prevê a entrada em vigor novamente de um recolher obrigatório, apesar de a comunidade autónoma de Castela e Leão ter anunciado que irá eventualmente solicitar a implementação desta medida, para enfrentar o aumento das infeções de covid-19 entre os jovens.

Esta intenção tem lugar numa altura em que outras comunidades, como a Catalunha e Navarra, tomam medidas para travar o atual aumento de contágios: a primeira encerrou os locais de vida noturna e a segunda fixou o encerramento desses locais a partir das 01:00.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 3.996.519 mortos em todo o mundo, resultantes de mais de 184,4 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente feito pela agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, a Índia ou a África do Sul.

FPB // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS