Covid-19: Eslováquia é o terceiro país da UE a começar hoje a vacinação

A Eslováquia é o terceiro país da União Europeia, depois da Hungria e da Alemanha a começar hoje a campanha de vacinação contra a covid-19, depois de ter recebido as primeiras 10.000 doses da vacina da Pfizer e BioNTech.

Covid-19: Eslováquia é o terceiro país da UE a começar hoje a vacinação

Covid-19: Eslováquia é o terceiro país da UE a começar hoje a vacinação

A Eslováquia é o terceiro país da União Europeia, depois da Hungria e da Alemanha a começar hoje a campanha de vacinação contra a covid-19, depois de ter recebido as primeiras 10.000 doses da vacina da Pfizer e BioNTech.

De acordo com a agência France-Presse (AFP), o especialista em doenças infecciosas Vladimír Krcméry foi o primeiro eslovaco a ser vacinado, num hospital de Nitra, uma cidade histórica no oeste do país.

No total, a Eslováquia encomendou 18 milhões de vacinas.

Os trabalhadores de infraestruturas essenciais, os profissionais de saúde e o pessoal das instituições de proteção social serão os primeiros a ser vacinados.

O resto da população deverá ter de esperar pela época da Páscoa para ter acesso à vacina, de acordo com o Ministério da Saúde eslovaco.

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) deu na segunda-feira autorização para a comercialização da vacina Pfizer/BioNTech e a Comissão Europeia fez saber que a campanha de vacinação poderia começar no domingo.

Além da Eslováquia, a Alemanha e a Hungria começaram hoje a administrar as doses da vacina a uma parte da sua população, contrariando o arranque sincronizado em toda a União Europeia, programado para domingo.

Num vídeo divulgado aquando do lançamento da vacina, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, considerou que este é “um momento comovente de unidade”.

“Hoje, começamos a virar a página de um ano difícil. A vacina contra a covid-19 foi distribuída em todos os países da UE. A vacinação começará amanhã [domingo] em toda a UE “, disse a responsável.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.750.780 mortos resultantes de mais de 79,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

JE (MPE) // MCL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS