Covid-19: Detetado primeiro caso suspeito da Omicron na Alemanha

Um primeiro caso suspeito da nova variante Omicron foi detetado na Alemanha numa pessoa recentemente regressada da África do Sul, anunciaram hoje as autoridades regionais no estado de Hesse.

Covid-19: Detetado primeiro caso suspeito da Omicron na Alemanha

Covid-19: Detetado primeiro caso suspeito da Omicron na Alemanha

Um primeiro caso suspeito da nova variante Omicron foi detetado na Alemanha numa pessoa recentemente regressada da África do Sul, anunciaram hoje as autoridades regionais no estado de Hesse.

“A variante Omicron provavelmente já está presente na Alemanha”, assumiu o ministro regional de Assuntos Sociais, Kai Klose, na rede social Twitter, aludindo à nova onda da pandemia de covid-19 no país. Os testes realizados na noite de sexta-feira a um passageiro que chegou ao aeroporto de Frankfurt, oriundo da África do Sul, revelaram “várias mutações típicas do Omicron”, acrescentou.

A nova variante do coronavírus, detetada na quinta-feira pela primeira vez na África do Sul, é considerada “preocupante” pela Organização Mundial de Saúde (OMS), apresentando um risco aumentado de contágio em comparação com outras estirpes, incluindo a Delta, dominante e já muito contagiosa. “Por causa dessa forte suspeita, essa pessoa está isolada na sua casa. A análise completa dos resultados ainda está em andamento”, disse o ministro. A nova variante já foi detetada na Europa, na Bélgica. A Omicron também foi identificada no Malauí, em Israel (num passageiro oriundo do Malauí), Botswana e Hong Kong.

Incidência pode chegar aos 500 por 100 mil habitantes até final do mês

A Alemanha está a ser particularmente afetada pela nova vaga da pandemia de covid.19. Dados do Instituto Robert Koch (RKI) indicam que a taxa de incidência do novo coronavírus na Alemanha continua a somar novos picos diários desde o início deste mês e situa-se hoje em 444,3 novas infeções por cada 100 mil habitantes em sete dias, o que contrasta com as de 438,2 de sexta-feira e as 362,2 de há uma semana, numa altura em que a campanha de vacinação continua a mostrar sinais de lentidão.

Segundos os dados do RKI de virologia, atualizados hoje de madrugada, a Alemanha contabilizou 67.125 novos casos nas últimas 24 horas e 303 mortes associadas à covid-19, com o número de infeções ativas a rondar os 813.400. A taxa cumulativa de internamentos a sete dias está atualmente na Alemanha em 5,97 por 100.000 habitantes, e a ocupação nas unidades de cuidados intensivos com pacientes com covid-19 é de 18,9% das camas disponíveis. Os dados referem que 71,1% da população da Alemanha (59,1 milhões de pessoas) foram vacinadas, 68,4% (56,9 milhões) com o regime completo, enquanto 8,6 milhões já receberam uma dose de reforço.

LEIA AINDA
Ana Rita Cavaco alerta para “problema de Saúde Pública” por escassez de enfermeiros em Portugal

Impala Instagram


RELACIONADOS