Covid-19: “Contido” surto detetado no Hospital da Prelada no Porto

O Hospital da Prelada, no Porto, garantiu hoje que o surto de covid-19 detetado na última semana e que envolvia 11 colaboradores e cinco doentes está “contido”, mantendo-se a “normal operação” nesta unidade hospitalar.

Covid-19:

Covid-19: “Contido” surto detetado no Hospital da Prelada no Porto

O Hospital da Prelada, no Porto, garantiu hoje que o surto de covid-19 detetado na última semana e que envolvia 11 colaboradores e cinco doentes está “contido”, mantendo-se a “normal operação” nesta unidade hospitalar.

O Hospital da Prelada, no Porto, garantiu hoje que o surto de covid-19 detetado na última semana e que envolvia 11 colaboradores e cinco doentes está “contido”, mantendo-se a “normal operação” nesta unidade hospitalar.

“Todos os clientes e colaboradores testados positivo para a covid-19 encontram-se clinicamente bem, estando prevista uma nova testagem a este grupo nos próximos dias”, refere comunicado enviado à Lusa pela Santa Casa da Misericórdia do Porto (SCMP), instituição que gere o Hospital da Prelada.

A 14 de outubro, foi revelada a existência de um surto associado ao novo coronavírus no Hospital da Prelada, situação que envolvia 11 colaboradores do Serviço de Medicina Física e Reabilitação e cinco doentes, todos assintomáticos.

A instituição assegurou terem sido “ativadas todas as medidas previstas nos planos internos de contingência, em estreita articulação, e sob as orientações, das autoridades de saúde competentes”.

Hoje, a SCMP referiu que o surto foi “contido” e que “a unidade hospitalar mantém a sua normal operação”.

A mesma instituição também frisa que “os planos de contingência mantém-se devidamente ativos” e que “a atividade operacional do Hospital da Prelada mantém os normais níveis de prontidão”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.245 pessoas dos 109.541 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS