Covid-19: China soma nove casos nas últimas 24 horas, incluindo quatro por contágio local

A Comissão de Saúde da China diagnosticou nove casos de covid-19 nas últimas 24 horas, incluindo quatro por contágio local na província de Yunnan, no sudoeste do país, onde foi detetado um novo surto, na terça-feira.

Covid-19: China soma nove casos nas últimas 24 horas, incluindo quatro por contágio local

Covid-19: China soma nove casos nas últimas 24 horas, incluindo quatro por contágio local

A Comissão de Saúde da China diagnosticou nove casos de covid-19 nas últimas 24 horas, incluindo quatro por contágio local na província de Yunnan, no sudoeste do país, onde foi detetado um novo surto, na terça-feira.

Elevam-se assim para 16 os contágios locais naquela província, num surto que já levou as autoridades chinesas a decretarem o confinamento por uma semana da cidade de Ruili, que faz fronteira com Myanmar (antiga Birmânia).

Os outros cinco casos foram diagnosticados em viajantes oriundos do exterior na cidade de Xangai e nas províncias de Hunan, Sichuan e Shaanxi.

Apesar do surto em Yunnan, o número de novos casos mantém-se em linha com os dias anteriores: 16 detetados na quarta-feira, 11 na terça-feira, oito na segunda-feira e 15 no domingo.

As autoridades de saúde também informaram sobre a existência de 20 novas infeções assintomáticas, quatro das quais na província de Yunnan, embora estas não sejam incluídas como casos confirmados, até que manifestem sintomas.

A Comissão Nacional de Saúde da China detalhou que, até à meia-noite local (17:00 de quinta-feira em Lisboa), oito pacientes receberam alta.

O número total de infetados ativos na China continental fixou-se assim em 188, entre os quais dois em estado grave.

Desde o início da pandemia, segundo as autoridades chinesas, 90.226 pessoas foram infetadas, tendo morrido 4.636 doentes.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.816.908 mortos no mundo, resultantes de mais de 128,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PTA // PTA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS