Covid-19: Cerca de 200 crianças a partir dos cinco anos vão ser vacinadas em Viena

Duas centenas de crianças, com idades entre os cinco e os 11 anos, em Viena de Áustria, vão começar a receber vacinas contra a covid-19 na próxima semana, como parte de um projeto-piloto, noticiaram hoje os meios de comunicação social austríacos.

Covid-19: Cerca de 200 crianças a partir dos cinco anos vão ser vacinadas em Viena

Covid-19: Cerca de 200 crianças a partir dos cinco anos vão ser vacinadas em Viena

Duas centenas de crianças, com idades entre os cinco e os 11 anos, em Viena de Áustria, vão começar a receber vacinas contra a covid-19 na próxima semana, como parte de um projeto-piloto, noticiaram hoje os meios de comunicação social austríacos.

Duas centenas de crianças, com idades entre os cinco e os 11 anos, em Viena de Áustria, vão começar a receber vacinas contra a covid-19 na próxima semana, como parte de um projeto-piloto, noticiaram hoje os meios de comunicação social austríacos. A emissora austríaca ORF noticiou que cerca de 200 crianças, entre os cinco e os 11 anos de idade, podem receber doses da vacina Pfizer/BioNTech na capital austríaca, a partir de segunda-feira. O projeto-piloto é limitado apenas a Viena e não se aplica ao resto do país.

Enquanto nos Estados Unidos ou Israel as crianças desta faixa etária já podem ser oficialmente vacinadas contra a covid-19, a Agência Europeia de Medicamentos, que regula a aprovação na União Europeia (UE), ainda não deu autorização para a vacinação de crianças com menos de 12 anos de idade.

O regulador de medicamentos da UE disse, no início desta semana, ter começado a avaliar se deveria autorizar a vacina da Moderna para crianças dos cinco aos 11 anos e que desde o mês passado tem vindo a avaliar a vacina feita pela Pfizer-BioNTech para a utilização no mesmo grupo etário.

A agência não disse exatamente quando irá tomar uma decisão sobre as duas vacinas, mas os meios de comunicação social relataram que, pelo menos para a Pfizer/BioNTech, a decisão poderia chegar antes do Natal. Como o número de infeções está a aumentar em todo o continente a uma velocidade preocupante, a aprovação da vacinação para crianças pequenas traria um alívio muito esperado para milhões de famílias em toda a UE.

Apesar da falta de uma aprovação oficial de emergência, vários pediatras na Áustria já têm vindo a vacinar crianças desta faixa etária, uma vez que a procura é muito elevada, tendo em conta que a taxa de infeção no país está a aumentar, informou a ORF. “O interesse na vacinação fora do âmbito da UE é enorme”, disse Peter Voitl, pediatra e especialista em vacinação da Associação Médica de Viena, à ORF. “Vacinamos o grupo etário dos cinco aos 11 anos na nossa clínica e temos várias centenas de pessoas na lista de espera”, afirmou.

A Áustria tem enfrentado uma tendência preocupante em matéria de infeções nas últimas semanas. O país comunicou 13.152 novos casos no hoje, contra 11.798 um dia antes. A taxa de infeção de sete dias situa-se nos 775,5 novos casos por 100.000 habitantes. Em comparação, a taxa é de 277,4 na vizinha Alemanha, o que também já fez soar o alarme sobre os números crescentes. Na sexta-feira, o Governo austríaco disse que iria implementar um bloqueio para as pessoas não vacinadas em duas regiões duramente atingidas na próxima semana. O Governo vai anunciar mais restrições nacionais contra o vírus no domingo. A Áustria tem uma das mais baixas taxas de vacinação da Europa Ocidental: cerca de 65% da população total está totalmente vacinada e 67,8% recebeu pelo menos uma dose de vacina.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS