Covid-19: Cabo Verde revê em baixa número de casos mas continua com recorde diário

Cabo Verde reviu em baixa o número de casos diários de covid-19 para 81, o valor mais alto registado até agora no país, mas as autoridades garantem que as estruturas de saúde estão a aguentar “muito bem”.

Covid-19: Cabo Verde revê em baixa número de casos mas continua com recorde diário

Covid-19: Cabo Verde revê em baixa número de casos mas continua com recorde diário

Cabo Verde reviu em baixa o número de casos diários de covid-19 para 81, o valor mais alto registado até agora no país, mas as autoridades garantem que as estruturas de saúde estão a aguentar “muito bem”.

“Houve alguns acertos em relação ao comunicado que saiu hoje de manhã. Fazemos esse exercício todos os dias e houve alguns acertos em relação à Praia, Santa Catarina e Santa Cruz [na ilha de Santiago]”, disse o diretor nacional de Saúde, Artur Correia.

O comunicado enviado de manhã pelo Ministério da Saúde dava conta de 83 novos casos registados no país, mas na habitual conferência de imprensa sobre os dados relativos ao novo coronavírus Artur Correia informou que foram diagnosticados 81 novos casos positivos, que continua a ser o recorde de casos diários desde o início da pandemia no país.

Em relação ao comunicado, as autoridades reviram em baixa o número de casos na Praia de 42 para 39 e em alta em São Miguel de um para dois.

Os restantes concelhos da ilha de Santiago mantiveram o número de casos diários: Santa Catarina de Santiago (10), São Salvador do Mundo (5), Santa Cruz (4) e São Domingos (1), tal como a ilha do Sal (20).

O dia foi marcado por esse valor mais alto de casos diários no país, com o diretor nacional de Saúde a garantir que as autoridades estão preocupadas, destacando, contudo, que até agora o sistema de saúde tem aguentado “muito bem”, evitando aumentos bruscos que o põem em causa.

“Não tem acontecido ainda o desastre total e isto é muito positivo”, sublinhou o porta-voz do Ministério da Saúde, recordando que sempre disse que os casos iriam aumentar no país.

“Não temos como evitar esse aumento, temos como garantir um funcionamento normal de forma a evitar aumentos bruscos da epidemia nos vários campos e concelhos que nós temos”, enfatizou o profissional de saúde, que pediu “pensamento positivo” a todos.

O diretor nacional de Saúde explicou que os números elevados de casos registos nos últimos dias têm a ver com a acumulação de amostras nos dois laboratórios de virologia do país, na Praia e em São Vicente.

O país passou a registar um acumulado de 1.382 casos diagnosticados de covid-19 desde 19 de março, com 15 óbitos, mas 654 já foram dados como recuperados (47%), mais 11 do que no dia anterior, segundo o diretor nacional de Saúde.

 

Já os doentes em isolamento passaram a ser de 711, mais 70 do que na quinta-feira, dos quais 23 são doentes mais graves e que estão internados, um deles em estado crítico no Hospital Agostinho Neto, na Praia.

Na conferência de imprensa, Artur Correia reconheceu o esforço dos profissionais de saúde, no sentido de identificar os casos precocemente e isolar as pessoas, primeiramente apenas institucional e agora também domiciliar.

O responsável garantiu ainda que brevemente o país vai duplicar a capacidade de diagnóstico, com novos laboratórios nas ilhas do Fogo e do Sal e na cidade da Praia.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 521 mil mortos e infetou mais de 10,88 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 10.658 mortos confirmados em 433.500 infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

RIPE // SR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS