Covid-19: Cabo Verde regista mais 126 novos casos nas últimas 24 horas

Cabo Verde registou mais 126 novos casos de covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago, Fogo, Santo Antão e São Vicente, e aumentou para 10.526 o total de infeções acumuladas desde 19 de março, informou hoje o Ministério da Saúde.

Covid-19: Cabo Verde regista mais 126 novos casos nas últimas 24 horas

Covid-19: Cabo Verde regista mais 126 novos casos nas últimas 24 horas

Cabo Verde registou mais 126 novos casos de covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago, Fogo, Santo Antão e São Vicente, e aumentou para 10.526 o total de infeções acumuladas desde 19 de março, informou hoje o Ministério da Saúde.

Em comunicado, o ministério cabo-verdiano adiantou que os laboratórios de virologia do país analisaram 481 amostras nas últimas 24 horas, tendo encontrado 126 novos casos positivos para a covid-19.

A maioria dos casos foi diagnosticada na ilha do Fogo (50), distribuídos pelos concelhos de São Filipe (47), Mosteiros (02) e Santa Catarina (01), com esta ilha a reforçar o estatuto do novo foco de transmissão do vírus.

Seguem-se as ilhas de São Vicente, que contabilizou mais 40 novos casos positivos, e de Santiago, com mais 26 novos casos, repartidos pelos concelhos da Praia (17), Ribeira Grande (03), São Lourenço dos Órgãos (05) e Santa Cruz (1).

Os restantes casos foram reportados na ilha de Santo Antão (10), sendo um no Paul e nove no Porto Novo.

Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde cabo-verdianas deram ainda alta a mais 67 pessoas, aumentando para 9.900 os casos considerados recuperados da doença no país.

Com os novos dados, Cabo Verde passou a registar um acumulado de 10.526 casos positivos desde 19 de março, mantém 104 óbitos e dois transferidos e aumentou para 519 o número de casos ativos em todo o arquipélago.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.410.829 mortos resultantes de mais de 59,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

RIPE // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS