Covid-19: Cabo Verde já fez mais de quatro mil testes com 458 casos positivos

O Laboratório de Virologia de Cabo Verde já fez mais de quatro mil testes ao novo coronavírus, dos quais 458 deram positivo, disse hoje a presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), garantindo reforço da capacidade de testagem. 

Covid-19: Cabo Verde já fez mais de quatro mil testes com 458 casos positivos

Covid-19: Cabo Verde já fez mais de quatro mil testes com 458 casos positivos

O Laboratório de Virologia de Cabo Verde já fez mais de quatro mil testes ao novo coronavírus, dos quais 458 deram positivo, disse hoje a presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), garantindo reforço da capacidade de testagem. 

“Desde 14 de março, em que o Laboratório de Virologia começou a funcionar, já fez mais de quatro mil testes. Esta última semana foram 760, mesmo com dois ou três dias sem ter realizado testes”, informou Maria da Luz Mendonça, na cidade da Praia, no ponto de situação da doença no país.

O Laboratório de Virologia, situado no Hospital Agostinho Neto, na Praia, é da tutela do INSP, tendo a presidente indicado que a capacidade foi reforçada e pode fazer até 300 testes por dia. 

A responsável disse ainda que a capacidade nacional vai ser reforçada, porque brevemente a ilha de São Vicente também vai ter o seu laboratório, que vai poder fazer pelo menos 100 testes por dia. 

“Isso para nós é muito reconfortante, porque agora para viajar entre as ilhas também é preciso fazer teste PCR e acreditamos que o laboratório dará essa respostas”, garantiu Maria da Luz Mendonça. 

Além dos testes de virologia, Cabo Verde tem intensificado a realização de testes rápidos de pesquisa de anticorpos, tendo o diretor nacional de Saúde, Artur Correia, avançado que já foram feitos cerca de sete mil em pouco mais de uma semana. 

“Estão a ser intensamente utilizados nos diferentes bairros do concelho da Praia e têm permitido uma triagem muito boa para os casos positivos de testes rápidos para também serem testados para PCR”, referiu. 

O diretor nacional de saúde indicou que do total de testes rápidos realizados até agora, 1,2% deu positivo para pesquisa de anticorpos e que foram submetidos a teste de virologia. 

Artur Correia pediu às pessoas para não ficarem alarmados com o surgimento de mais casos positivos, sobretudo na cidade da Praia, explicando que agora as autoridades de saúde estão mais perto do vírus, com a intensificação dos testes rápidos na comunidade. 

Segundo os dados atualizados hoje à tarde pelas autoridades de saúde, desde 19 de março Cabo Verde registou um acumulado de 458 casos de covid-19, distribuídos pelas ilhas de Santiago (397), Boa Vista (56), São Vicente (04) e Sal (01). 

Do total, registaram-se quatro óbitos, dois doentes foram transferidos e 211 são considerados curados da doença, fazendo com que o país tenha neste momento 241 doentes internados nos isolamentos institucionais. 

A ilha do Sal é a última a detetar casos positivos de covid-19, tendo um importado por São Vicente, e hoje foi notificado o primeiro caso local pelas autoridades de saúde.

Artur Correia garantiu que a ilha está a ser alvo de uma intensa atividade para identificação dos contactos dos dois casos, tendo já sido feitos dezenas de testes rápidos e recolha de amostras para teste de virologia. 

No mesmo sentido, informou que uma médica deslocou-se da Praia para apoiar a ilha, e foram também enviados mais de dois mil testes rápidos e materiais para recolha de amostras para teste de virologia. 

“Estamos neste momento com uma atenção muito especial no Sal para podermos delimitar ao máximo a transmissão de casos nessa ilha”, vincou o responsável de saúde.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 373 mil mortos e infetou mais de 6,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Cerca de 2,6 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

RIPE // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS