Covid-19: Cabo Verde confirma 17.ª morte e mais 31 novos casos

As autoridades de saúde cabo-verdianas confirmaram a 17.º vítima mortal associada à covid-19, além de mais 31 novos infetados nas últimas 24 horas, elevando o acumulado de casos a 1.451.

Covid-19: Cabo Verde confirma 17.ª morte e mais 31 novos casos

Covid-19: Cabo Verde confirma 17.ª morte e mais 31 novos casos

As autoridades de saúde cabo-verdianas confirmaram a 17.º vítima mortal associada à covid-19, além de mais 31 novos infetados nas últimas 24 horas, elevando o acumulado de casos a 1.451.

Praia, 05 jul 2020 (Lusa) – As autoridades de saúde cabo-verdianas confirmaram hoje a 17.º vítima mortal associada à covid-19 no arquipélago, além de mais 31 novos infetados nas últimas 24 horas, elevando o acumulado de casos a 1.451, desde 19 de março.

A informação consta da atualização feita ao início da tarde pelo portal www.covid19.cv, gerido pelo Instituto Nacional de Saúde Pública e pelo Ministério da Saúde, que refere um total de 777 casos ativos no país.

A atualização acrescenta que o total de óbitos ao dia de hoje passou a ser de 17, contra os 16 contabilizados no sábado — mais um registado na Praia -, e o total de casos acumulados subiu de 1.420 para 1.451 nas últimas 24 horas, o que corresponde a 31 novos infetados.

O total de casos recuperados da doença mantém-se, tal como no sábado, em 655, ainda de acordo com o portal.

A ilha de Santiago é o principal foco da doença no país, com um acumulado de 1.104 casos confirmados e 11 óbitos, além de 571 recuperados.

Segue-se a ilha do Sal, que até 01 de junho não tinha registado qualquer caso da doença, agora com um acumulado de 261 pessoas infetadas com covid-19 e quatro óbitos, mas também 20 recuperados.

África soma 11.086 mortos confirmados e 463.306 pessoas infetadas com a doença, em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

A pandemia da covid-19 já provocou mais de 527 mil mortos e infetou mais de 11 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PVJ // MAG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS