Covid-19: Cabo Verde com mais 35 casos positivos e 80 recuperados em 24 horas

Cabo Verde registou mais 35 novas infeções pelo novo coronavírus e mais do dobro de recuperados (80) nas últimas 24 horas, elevando para 10.676 as pessoas que já tiveram alta da doença, informou o Ministério da Saúde.

Covid-19: Cabo Verde com mais 35 casos positivos e 80 recuperados em 24 horas

Covid-19: Cabo Verde com mais 35 casos positivos e 80 recuperados em 24 horas

Cabo Verde registou mais 35 novas infeções pelo novo coronavírus e mais do dobro de recuperados (80) nas últimas 24 horas, elevando para 10.676 as pessoas que já tiveram alta da doença, informou o Ministério da Saúde.

Em comunicado, aquele ministério cabo-verdiano referiu que das 142 amostras analisadas nas últimas 24 horas pelos laboratórios de virologia do país, 35 deram resultado positivo para a covid-19, a maioria na ilha de São Vicente (28).

Os restantes sete casos foram registados em São Miguel (2), na ilha de Santiago, em São Filipe (3), Fogo, e Ribeira Grande de Santo Antão (2), num dia em que o destaque também vai para a cidade da Praia, que voltou a não ter registo de qualquer caso, em 40 amostras analisadas.

Nas últimas 24 horas, as autoridades deram alta a mais 80 pessoas, passando a registar um total de 10.676 casos recuperados, correspondendo a 96% do total de casos acumulados já notificados.

Com os novos dados, o país elevou para 11.098 os casos positivos acumulados desde 19 de março, mantém 109 óbitos, dois transferidos e reduziu para 310 o número de casos ativos, representando 2,8% do total de casos já notificados no país.

Na conferência de imprensa semanal para fazer o ponto de situação da pandemia no país, o diretor nacional de Saúde, Jorge Noel Barreto, informou ainda que foram registados 28 casos suspeitos e há 766 pessoas em quarentena a aguardar o resultado do inquérito epidemiológico.

O porta-voz do Ministério da Saúde fez o habitual balanço dos últimos 14 dias, dando conta que a taxa de incidência foi de 107 casos por 100 mil habitantes, em dados provisórios que disse apontarem para uma melhoria da evolução da pandemia no país.

“É uma informação bastante positiva que nos deixa extremamente satisfeitos”, afirmou Jorge Barreto, que mesmo assim apelou a continuação do cumprimento das medidas de prevenção, até porque o vírus está a circular na comunidade e o país se aproxima de um período festivo.

Quanto às ilhas do Fogo e de São Vicente, que suscitam maior preocupação neste momento, o diretor nacional de Saúde apelou ao cumprimento das medidas de prevenção para redução do número de casos.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.535.987 mortos resultantes de mais de 67 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Entre os países lusófonos, Angola regista 354 óbitos e 15.591 casos, seguindo-se Moçambique (133 mortos e 16.244 casos), Cabo Verde (109 mortos e 11.098 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.159 casos), Guiné-Bissau (44 mortos e 2.444 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 997 casos).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

RIPE // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS