Covid-19: Cabo Verde com 84 novos casos, máximo diário desde junho

Cabo Verde registou mais 84 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, máximo diário desde início de junho, elevando o total para 34.529 casos positivos acumulados, informou o Ministério da Saúde.

Covid-19: Cabo Verde com 84 novos casos, máximo diário desde junho

Covid-19: Cabo Verde com 84 novos casos, máximo diário desde junho

Cabo Verde registou mais 84 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, máximo diário desde início de junho, elevando o total para 34.529 casos positivos acumulados, informou o Ministério da Saúde.

Do total de 1.532 resultados de testes efetuados, o Ministério da Saúde cabo-verdiano adiantou que há 84 casos novos positivos, representando uma taxa de positividade de 5,5% e o valor diário mais alto desde 10 de junho, quando foram notificados 94 casos.

Na ilha de Santiago, foram contabilizados 38 novos casos, sendo 18 na Praia, sete em Santa Catarina, seis em São Miguel, quatro em São Lourenço dos Órgãos, dois em São Domingos e um no Tarrafal.

Dezasseis novos casos foram registados na ilha do Maio, três cada no Sal e em São Vicente, dois na Boa Vista, quatro na Ribeira Brava de São Nicolau, quatro na Ribeira Grande de Santo Antão e 14 em São Filipe, na ilha do Fogo.

Nas últimas 24 horas, voltou a não haver qualquer óbito e as autoridades sanitárias deram alta a mais 33 pessoas, elevando para 33.602 os casos considerados recuperados.

Desde o início da pandemia, o país registou um total de 34.529 casos positivos acumulados, dos quais 300 resultaram em óbito, e passa a contabilizar 606 casos ativos.

A covid-19 provocou pelo menos 4.381.911 mortes em todo o mundo, entre mais de 208,5 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.601 pessoas e foram registados 1.009.571 casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

RIPE // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS