Covid-19: Cabo Verde anuncia mais dois óbitos e 92 casos positivos

Cabo Verde anunciou hoje mais dois óbitos provocados pela covid-19, aumentando para 73 o número de mortos associados à doença no país, que registou mais 92 novos casos positivos, passando a ter um acumulado de 6.809 infeções.

Covid-19: Cabo Verde anuncia mais dois óbitos e 92 casos positivos

Covid-19: Cabo Verde anuncia mais dois óbitos e 92 casos positivos

Cabo Verde anunciou hoje mais dois óbitos provocados pela covid-19, aumentando para 73 o número de mortos associados à doença no país, que registou mais 92 novos casos positivos, passando a ter um acumulado de 6.809 infeções.

Na habitual conferência de imprensa para fazer o ponto de situação da covid-19 em Cabo Verde, o diretor do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças Prioritárias, Jorge Noel Barreto, informou que os dois óbitos ocorreram na cidade da Praia e são dois homens, de 68 e 69 anos, que tinham outros problemas de saúde associados.

O país passou assim a contabilizar um total de 73 óbitos associados ao novo coronavírus.

As autoridades de saúde de Cabo Verde anunciaram ainda mais 92 novos casos positivos de covid-19, de um total de 530 amostras analisadas na quinta-feira nos laboratórios de virologia do país.

A maioria dos casos (61) foi contabilizada na cidade da Praia, na ilha de Santiago, onde também foram registados casos, nomeadamente, em Santa Catarina (9), Ribeira Grande (5), São Salvador do Mundo (4), São Miguel (1), São Lourenço dos Órgãos (5), Santa Cruz e São Domingos, com um caso cada.

São Filipe, na ilha do Fogo, notificou mais um caso, tal como Ribeira Brava, em São Nicolau.

Com os novos dados, o país passou a contabilizar um acumulado de 6.809 infeções, mantém os dois doentes transferidos e tem agora 802 casos ativos, correspondendo a 12% do total. 

Nas últimas 24 horas, as autoridades de saúde deram alta a mais 110 pessoas, passando a registar um acumulado de 5.932 doentes já considerados recuperados, correspondendo a 87% do total de casos acumulados desde 19 de março.

Esta foi a primeira conferência das autoridades de saúde após o arranque na quinta-feira da campanha para as eleições autárquicas de 25 de outubro em Cabo Verde, que tem provocado aglomerações de pessoas, muitas delas sem usar máscara.

O diretor do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças Prioritárias, Jorge Noel Barreto, voltou a exortar a observação das medidas sanitárias por parte dos candidatos e partidos políticos e que apelam aos seus militantes a fazerem o mesmo.

“Senão esse momento tão importante da democracia pode tornar ainda mais um fator que pode contribuir para a propagação desse vírus”, salientou Jorge Barreto.

Também aconteceu no dia em que o Governo anunciou o reinício dos voos comerciais internacionais a partir de segunda-feira, ao fim de quase sete meses. 

Uma das preocupações com a retoma dos voos comerciais internacionais é o aumento da demanda dos testes, realizado com pelo menos 72 horas de antecedência da viagem, em que os passageiros estão obrigados a apresentar resultado negativo para a covid-19.

O porta-voz do Ministério da Saúde disse acreditar que o executivo tomou todas as soluções para melhorar a resposta no diagnóstico, que certamente vai aumentar a partir da próxima semana.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e sessenta e três mil mortos e mais de 36,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 

RIPE // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS