Covid-19: Brasil soma 153.905 óbitos e 5,2 milhões de infeções

O Brasil registou 153.905 óbitos e 5.235.344 de infeções provocados pela pandemia de covid-19, anunciou o Ministério da Saúde do país.

Covid-19: Brasil soma 153.905  óbitos e 5,2 milhões de infeções

Covid-19: Brasil soma 153.905 óbitos e 5,2 milhões de infeções

O Brasil registou 153.905 óbitos e 5.235.344 de infeções provocados pela pandemia de covid-19, anunciou o Ministério da Saúde do país.

São Paulo, Brasil, 19 out 2020 (Lusa) – O Brasil registou 153.905 óbitos e 5.235.344 de infeções provocados pela pandemia de covid-19, segundo o balanço divulgado hoje pelo Ministério da Saúde do país.

Segundo a tutela, o país somou 230 mortes e 10.982 casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas. Os números não incluem dados de quatro estados.

“Houve um problema na atualização dos dados do sistema e-SUS notifica nos estados Rondônia, Pernambuco, Paraíba e Goiás. O Datasus [banco de dados do Sistema Unido de Saúde do Brasil] está trabalhando para resolver o problema. Os dados estão preservados, e serão atualizados no boletim amanhã”, informou o Ministério da Saúde brasileiro.

O Governo local também anunciou que 4.650.030 pessoas já recuperaram da doença e outras 431.409 permanecem em acompanhamento.

Os estados de São Paulo (38.020), Rio de Janeiro (19.765), Ceará (9.210) e Pernambuco (8.487) têm o maior número de óbitos registados na pandemia no Brasil.

Considerando o número de casos, São Paulo (1.063.602), Bahia (335.351), Minas Gerais (335.683) e Rio de Janeiro (290.878) são, respetivamente, os que somam mais infeções até agora.

Neste domingo, os ‘media’ locais confirmaram que o cantor Jorge Aragão, um dos mais importantes compositores de samba do Brasil, está internado com covid-19 há cinco dias, na cidade do Rio de Janeiro.

“O paciente Jorge Aragão da Cruz foi admitido em nosso hospital em 13 de outubro com quadro de pneumonia viral covid-19. Desde então, encontra-se em unidade de terapia intensiva sob monitorização contínua e cuidados específicos à sua condição clínica”, diz um boletim médico emitido hoje pelo Hospital Unimed, do Rio de Janeiro.

O mesmo hospital acrescentou que embora o cantor apresente boa resposta ao tratamento, ainda não há previsão de alta.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e quase 40 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

CYR // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS