Covid-19: Brasil regista 874 mortes nas últimas 24 horas

O Brasil registou 874 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número total de óbitos no país devido à doença para 461.931, anunciou o Ministério da Saúde brasileiro.

Covid-19: Brasil regista 874 mortes nas últimas 24 horas

Covid-19: Brasil regista 874 mortes nas últimas 24 horas

O Brasil registou 874 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número total de óbitos no país devido à doença para 461.931, anunciou o Ministério da Saúde brasileiro.

Segundo os dados mais recentes, o número de contágios no Brasil é hoje de 16.515.120 casos confirmados, incluindo os 43.520 novos contágios registados nas últimas 24 horas.

Os números de hoje são quase metade dos divulgados no sábado, algo que as autoridades de saúde justificam com a falta de pessoal para processar os dados ao fim de semana.

O número de mortes no Brasil tem registado uma queda moderada ao longo do mês de maio. Em 30 de abril, a média diária de mortos era de 2.481, número que hoje estava nos 1.838.

Por outro lado, tem-se registado um ligeiro aumento no número de contágios, no mesmo período, ao passar de uma média diária de 60.276 casos no final de abril para os 61.695 do fim de maio.

Os números mantêm o Brasil como um dos três países do mundo mais afetados pela pandemia da covid-19, juntamente com os Estados Unidos da América e a Índia.

Apesar da situação e dos alertas de especialistas sobre a possível chegada de uma terceira vaga nas próximas semanas, algumas regiões do Brasil continuam a relaxar nas medidas para evitar a propagação do vírus.

No Rio de Janeiro, voltaram a ser permitidas as ‘rodas de samba’, um dos encontros musicais mais tradicionais da ‘cidade maravilhosa’.

De acordo com a autarquia local, quem participar nestes espetáculos tem que utilizar máscaras, manter as mãos desinfetadas com álcool gel e respeitar o distanciamento social, de modo a evitar as aglomerações.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.535.376 mortos no mundo, resultantes de mais de 169,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

JRS // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS