Covid-19: Autoridades timorenses registam mais 66 casos em Díli, 10 com sintomas

As autoridades timorenses registaram nas últimas 24 horas 66 novos casos de infeção com a SARS-CoV-2, todos em Díli, com 10 deles a apresentarem sintomas da covid-19, anunciou hoje o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

Covid-19: Autoridades timorenses registam mais 66 casos em Díli, 10 com sintomas

Covid-19: Autoridades timorenses registam mais 66 casos em Díli, 10 com sintomas

As autoridades timorenses registaram nas últimas 24 horas 66 novos casos de infeção com a SARS-CoV-2, todos em Díli, com 10 deles a apresentarem sintomas da covid-19, anunciou hoje o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

Os novos casos positivos e um total de 47 recuperados fizeram subir o número de infeções ativas para 1.123, novo máximo, com o total acumulado desde o início da pandemia a chegar aos 2.190, com três óbitos, todos registados este mês.

Atualmente há cinco pessoas em estado grave e 20 em estado moderado internadas no Centro de Isolamento de Vera Cruz.

No que se refere aos casos em estado grave, há quatro no serviço de medicina interna, incluindo um paciente que foi sujeito a uma traqueotomia e que está com ventilador, com os restantes a usarem máscara e oxigénio e há ainda um paciente em estado grave no serviço de pediatria.

Em comunicado, o CIGC explica que a taxa de incidência da doença em Timor-Leste é atualmente de 6,5 por 100 mil habitantes, aumentando para 25,6 por 100 mil habitantes na capital.

Os novos casos positivos detetados hoje correspondem a 6,9% dos 952 testes realizados pelo Laboratório Nacional só na cidade de Díli.

Foram ainda realizados 374 testes nos restantes municípios.

Desde o início da pandemia, Díli foi a região que registou mais casos (1860), seguindo-se Baucau (92), Covalima e Manufahi (ambos com 52 cada) e Ermera (43).

O município de Aileu, a sul de Díli, foi o que registou até agora o menor número de casos, seis.

Recorde-se que Timor-Leste vai estar em estado de emergência até pelo menos o início de junho, com uma cerca sanitária em vigor em Ainaro, Baucau, Covalima, Díli, Ermera Liquiçá, Lautem, Manufahi e Viqueque, até 16 de maio.

No caso de Díli vai ser retomado o confinamento domiciliar obrigatório até 13 de maio.

 

ASP // VM

Lusa/Fim

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS