Covid-19: Angola ultrapassa os 20.000 casos desde início da pandemia

Angola ultrapassou os 20.000 casos de covid-19 desde o início da pandemia, após os 34 casos e mais um óbito registados nas últimas 24 horas, anunciou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Covid-19: Angola ultrapassa os 20.000 casos desde início da pandemia

Covid-19: Angola ultrapassa os 20.000 casos desde início da pandemia

Angola ultrapassou os 20.000 casos de covid-19 desde o início da pandemia, após os 34 casos e mais um óbito registados nas últimas 24 horas, anunciou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Angola ultrapassou os 20.000 casos de covid-19 desde o início da pandemia, após os 34 casos e mais um óbito registados nas últimas 24 horas, anunciou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Numa declaração, Franco Mufinda apontou que houve registo de 34 novos casos e uma morte, acumulando agora 20.030 infeções e 474 mortes pela covid-19, doença provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2.

Dos novos casos, 26 foram registados na província de Luanda e oito no Huambo, com idades entre os 11 meses e os 59 anos, sendo 21 do sexo masculino e 13 do sexo feminino.

De acordo com as autoridades de saúde angolanas, foi também registada uma morte — um homem de 63 anos.

Foram consideradas recuperadas da doença 50 pessoas, das quais 21 em Luanda, 17 no Huambo, 10 no Cuanza Sul, e duas em Benguela, com idades entre 4 e 86 anos.

O secretário de Estado assinalou que o país passa agora a somar 20.030 casos desde o início da pandemia, incluindo 474 óbitos, com Angola a ter uma taxa de letalidade de 2,4%, sublinhando que esta está “abaixo da taxa de letalidade observada, em média, em África, que é de 2,8%”.

Segundo o governante, 18.431 pessoas foram dadas como recuperadas, mais 50 nas últimas 24 horas, havendo registo de 1.125 casos ativos.

Entre os casos ativos, dois estão em estado crítico e oito em estado grave.

Durante o último dia, os laboratórios processaram 1.040 amostras, num cumulativo de 377.275 amostras com uma taxa cumulativa de positividade de 5,5%.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.285.334 mortos resultantes de mais de 104,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Segundo os dados mais recentes do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados neste continente desde o início da pandemia é de 3.626.960 e o de mortes 93.647.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A covid-19 é uma doença respiratória causada por um coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS