Covid-19: Angola registou 103 novos casos e duas mortes nas últimas 24 horas

Angola registou 103 novos casos de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, duas mortes associadas à covid-19 e 67 pessoas recuperadas nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde.

Covid-19: Angola registou 103 novos casos e duas mortes nas últimas 24 horas

Covid-19: Angola registou 103 novos casos e duas mortes nas últimas 24 horas

Angola registou 103 novos casos de infeção com o coronavírus SARS-CoV-2, duas mortes associadas à covid-19 e 67 pessoas recuperadas nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde.

Os dados referem que as novas infeções foram notificadas em Luanda (39), Moxico (28), Huíla (11), Lunda Sul (10), Benguela (8), Cunene (2), Bengo (1), Bié (1), Cabinda (1), Cuanza Sul (1) e Huambo (1), sendo 61 do sexo masculino e 42 do sexo feminino, com idades entre nove meses e 78 anos.

No mesmo período, foram reportadas duas mortes, ambas do sexo masculino, com 52 e 60 anos, no Moxico, tendo, no entanto, sido recuperadas 67 pessoas, entre três e 71 anos, distribuídas por Luanda (25), Lunda Sul (13), Cunene (10), Moxico (9), Huíla (8) e Cabinda (2).

Angola totaliza hoje 43.592 casos positivos, 1.044 óbitos, 40.079 recuperados e 2.469 ativos, dos quais 11 em estado crítico, 15 graves, 92 moderados, oito leves e 2.343 assintomáticos, estando em internamento 126 pessoas, em quarentena institucional 217 outras e sob vigilância epidemiológica 784 contactos.

Os laboratórios processaram nas últimas 24 horas 2.492 amostras de testes por RT-PCR, perfazendo o cumulativo de 830.494 amostras processadas até à data, com uma taxa de positividade de 5.2%.

Nos pontos de entrada e saída de Luanda foram testadas nas últimas 24 horas 491 pessoas, com testes de antigénio.

A pandemia de covid-19 fez pelo menos 4.268.017 mortos em todo o mundo, entre mais de 200,8 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, desde que a OMS detetou a doença na China em finais de dezembro de 2019, segundo o último balanço da France-Presse com base em dados oficiais.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

NME // JMR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS