Covid-19: Angola regista 27 novas infeções e 98 recuperados nas últimas 24 horas

Angola registou 27 novos casos de infeção pelo novo coronavírus e deu como recuperados 98 pacientes, sem óbitos desde domingo, somando agora 21.407 infeções, 521 mortes e 19.948 recuperados, informou o secretário de Estado para a Saúde Pública.

Covid-19: Angola regista 27 novas infeções e 98 recuperados nas últimas 24 horas

Covid-19: Angola regista 27 novas infeções e 98 recuperados nas últimas 24 horas

Angola registou 27 novos casos de infeção pelo novo coronavírus e deu como recuperados 98 pacientes, sem óbitos desde domingo, somando agora 21.407 infeções, 521 mortes e 19.948 recuperados, informou o secretário de Estado para a Saúde Pública.

Franco Mufinda, que procedia ao balanço da situação de covid-19 no país, nas últimas 24 horas, disse que dos 27 casos registados, com idades entre 02 e 63 anos, 20 foram registados em Luanda, dois em Cabinda, um no Huambo, e o mesmo número na Huíla, Lunda Sul, Malanje e Zaire, sendo 17 do sexo masculino e dez do sexo feminino.

Nas últimas 24 horas, não foram notificadas mortes, e as autoridades deram alta a 98 pessoas, todas em Luanda, capital de Angola, com idades entre os 06 meses e os 83 anos.

O governante angolano frisou que por esta altura o país regista 938 casos ativos, dos quais cinco estão em estado crítico, 12 graves, 35 moderados, 33 leves e 853 assintomáticos, estando em internamento 85 pessoas.

Relativamente aos testes laboratoriais, no período em referência foram processadas 817 amostras, das quais 27 positivas, dando uma taxa de positividade diária de 3.3%, enquanto o cumulativo aponta para 411.949 amostras processadas até à data, das quais 21.407 positivas, com uma taxa cumulativa de positividade de 5.2%.

Em quarentena institucional estão 106 pessoas, estando sob vigilância epidemiológica 1.425 contactos.

Desde 2 de março até à data já foram vacinadas 44.632 pessoas contra a covid-19, tendo Franco Mufinda reafirmado que a vacina da Astrazeneca é segura e eficaz, notando-se efeitos colaterais esperados, nomeadamente ligeira dor de cabeça, braço pesado e uma ligeira febre.

“Apelar aqui uma vez mais a nossa população à adesão e os profissionais de saúde e idosos acima de 65 anos de idade, que ainda não foram imunizados a procurarem pelos serviços, que continuam no Complexo Paz Flor, no Morro Bento”, exortou o governante angolano.

RCR // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS