Covid-19: Angola regista 182 novas infeções e seis óbitos nas últimas 24 horas

Angola registou 182 novos casos de covid-19, seis óbitos e 309 recuperações da doença, nas últimas 24 horas, informou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, realçando o aumento das infeções em províncias do sul do país.

Covid-19: Angola regista 182 novas infeções e seis óbitos nas últimas 24 horas

Covid-19: Angola regista 182 novas infeções e seis óbitos nas últimas 24 horas

Angola registou 182 novos casos de covid-19, seis óbitos e 309 recuperações da doença, nas últimas 24 horas, informou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, realçando o aumento das infeções em províncias do sul do país.

Franco Mufinda, na apresentação da situação epidemiológica nas últimas 24 horas, disse que a província de Luanda, capital de Angola, registou a maioria das infeções, com 134 casos, seguindo-se as regiões do Huambo (20), Cunene (20), Huíla (3), Zaire (3), Benguela (1) e Uíje (1), com idades entre 1 mês e 84 anos, sendo 115 do sexo masculino e 67 do sexo feminino.

“Aqui notámos o número cada vez mais crescente de casos novos nas províncias da região sul do país, nomeadamente a província da Huíla, Namibe, Cunene e Cuando Cubango. Chamar a atenção das pessoas nessas províncias para redobrar cada vez mais as medidas de proteção individual e coletiva”, afirmou Franco Mufinda.

Os óbitos são de três pessoas do sexo masculino e igual número do sexo feminino, entre os 6 e 88 anos, todos cidadãos nacionais, tendo sido reportados três em Luanda, dois no Huambo e um em Cabinda.

No mesmo período foram recuperadas da doença 309 pessoas, apontando o governante angolano como possível fator a imunização, que possibilita uma recuperação mais rápida.

Do conjunto de pacientes recuperados, entre 1 e 83 anos, foram notificados em Luanda (296), Huíla (8), Cuanza Sul (2), Cunene (1), Cuanza Norte (1) e Benguela (1).

Com os números das últimas 24 horas, por agora o país tem o cumulativo de 32.623 casos, dos quais 731 óbitos, 27.087 recuperações, 4.405 ativos, dos quais 12 encontram-se em estado crítico, 44 graves, 189 moderados, 36 leves e 4.524 assintomáticos, estando em internamento 281 doentes.

Nas últimas 24 horas, os laboratórios processaram 1.594 amostras por RT-PCR, com uma taxa diária de positividade de 11.4%, apontando o cumulativo para 566.567 amostras processadas até à data, com uma taxa cumulativa de positividade de 5.8%.

As autoridades sanitárias têm em acompanhamento institucional 37 pessoas e sob vigilância epidemiológica 2.448 contactos.

Hoje, de acordo com dados provisórios, foram administradas 29.855 doses de vacinas, sendo 7.838 da primeira dose e 23.016 da segunda, perfazendo de 02 de março, data do início do processo de vacinação em Angola, um total de 824.932 pessoas vacinadas, das quais 650.003 da primeira dose e 171.929 da segunda.

Nos pontos de entrada e saída de Luanda, a única província sob cerca sanitária no país, foram testadas, neste período, 284 pessoas, das quais 340 do sexo masculino e 44 do sexo feminino, sem nenhum caso confirmado.

“Informamos que desde o dia 16 de janeiro até à data no aeroporto internacional 4 de Fevereiro atendemos 45.778 passageiros, que foram testados, sendo 33.698 do sexo masculino e 12.080 do sexo feminino, dos poucos mais de 45.000, 104 testaram positivos, sendo 73 do sexo masculino e 31 do sexo feminino”, frisou.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.465.398 mortos no mundo, resultantes de mais de 166,7 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

NME // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS