Covid-19: Angola anuncia mais 121 casos e atinge 300 mortes

Angola registou mais 121 infeções pelo novo coronavírus e mais uma morte, contabilizando agora 300 óbitos, anunciou hoje a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Covid-19: Angola anuncia mais 121 casos e atinge 300 mortes

Covid-19: Angola anuncia mais 121 casos e atinge 300 mortes

Angola registou mais 121 infeções pelo novo coronavírus e mais uma morte, contabilizando agora 300 óbitos, anunciou hoje a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Dos novos casos, 65 foram notificados em Luanda, 27 em Benguela, 15 em Cabinda, oito no Cunene, três no Huambo e três no Uíje, com idades entre 3 e 94 anos.

A doença foi diagnosticada em 63 pessoas de sexo masculino e 48 do sexo feminino.

Um cidadão angolano de 55 anos morreu, em Luanda, devido à doença e 276 recuperaram, nas últimas 24 horas.

No total, foram já notificados 12.223 casos de covid-19 em Angola, dos quais 300 óbitos.

Foram processadas 171.247 amostras até à data, das quais 2.288 nas últimas 24 horas.

A taxa de positividade diária, desde o início de outubro, é de 10%, adiantou.

A ministra destacou que, desde o início de outubro, Angola assistiu a um claro aumento do número de casos, mais de 62%, que atribuiu ao “incumprimento das medidas de proteção individual e coletiva”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos em mais de 48,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 44.843 mortos confirmados em mais de 1,8 milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Angola regista 300 óbitos e 12.223 casos, seguindo-se Cabo Verde (100 mortos e 9.224 casos), Moçambique (99 mortos e 13.485 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.092 casos), Guiné-Bissau (42 mortos e 2.414 casos) e São Tomé e Príncipe (16 mortos e 960 casos).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

RCR // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS