Covid-19: Alemanha regista recorde de 33.777 novos casos nas últimas 24 horas

As autoridades alemãs contabilizaram um recorde de 33.777 novos casos de covid-19 em 24 horas, depois de já na quinta-feira terem registado novo máximo diário com 30.400 casos positivos.

Covid-19: Alemanha regista recorde de 33.777 novos casos nas últimas 24 horas

Covid-19: Alemanha regista recorde de 33.777 novos casos nas últimas 24 horas

As autoridades alemãs contabilizaram um recorde de 33.777 novos casos de covid-19 em 24 horas, depois de já na quinta-feira terem registado novo máximo diário com 30.400 casos positivos.

Berlim, 18 dez 2020 (Lusa) – As autoridades alemãs contabilizaram um recorde de 33.777 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, depois de já na quinta-feira terem registado um novo máximo diário com 30.400 casos positivos, de acordo com os dados do Instituto Robert Koch (RKI).

A mesma fonte indica que nas últimas 24 horas morreram 813 pessoas.  

Os novos contágios comunicados hoje incluem os 3.500 contágios de quarta-feira em Baden-Wurttemberg e que foram transmitidos com atraso pelo estado federal. 

Mesmo assim, se os dados de hoje não incluírem os 3.500 casos, a Alemanha regista mais de 30 mil novos contágios em 24 horas pelo segundo dia consecutivo. 

O último valor máximo referente a novas infeções num só dia registou-se na passada sexta-feira com 29.875 positivos em 24 horas. 

O máximo diário de mortos ocorreu na quarta-feira com 952 óbitos.

Hoje regista-se a segunda cifra mais elevada em relação a mortes desde o princípio da pandemia. 

O número de casos positivos desde que se conheceu o primeiro contágio no país, em finais de janeiro, ascende a 1.439.938 e 24.938 mortos. 

O número de doentes recuperados é 1.069.400 e existem 345.600 casos ativos, de acordo com o RKI.

No conjunto da Alemanha, a incidência acumulada nos últimos sete dias situa-se em 184,8 por cada 100 mil habitantes sendo que na sexta-feira passada o valor era de 156,3.

O número de pacientes com covid-19 nas unidades de cuidados intensivos ascendia na quinta-feira a 4.856 (20 mais do que no dia anterior), dos quais 2.774 recebem respiração assistida, de acordo com os dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e de Medicina de Urgência (DIVI).

O fator de reprodução (R) que toma em consideração as infeções num intervalo de sete dias em relação aos sete dias anteriores e que reflete a evolução dos contágios de oito a 16 dias o que significa que cada cem infetados contagiam em média 97 pessoas. 

Na quarta-feira entraram em vigor novas medidas mais restritivas que se vão prolongar de momento até ao dia 10 de janeiro e incluem o encerramento de estabelecimentos comerciais não essenciais e escolas.

Desde o início do novembro que também há restrições em locais desportivos, cultura e restaurantes.  

No país mantém-se o limite de cinco pessoas em reuniões privadas em domicílios – não incluindo menores de 14 anos de idade.

No Natal, entre os dias 24 e 26 de dezembro, os encontros podem contar com mais quatro pessoas que residam em outras casas.

 

PSP // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS