Covid-19: Alemanha com 2.467 novos casos e preocupação dos cidadãos mantém-se para 2021

A Alemanha registou 2.467 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas e, de acordo com uma sondagem revelada hoje, a maioria dos cidadãos não espera uma queda dos números em 2021.

Covid-19: Alemanha com 2.467 novos casos e preocupação dos cidadãos mantém-se para 2021

Covid-19: Alemanha com 2.467 novos casos e preocupação dos cidadãos mantém-se para 2021

A Alemanha registou 2.467 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas e, de acordo com uma sondagem revelada hoje, a maioria dos cidadãos não espera uma queda dos números em 2021.

Segundo um estudo da companhia de seguros Ergo, 60% dos alemães manifestaram-se “totalmente” preocupados com uma nova vaga de casos de covid-19 no próximo ano, especialmente a população entre os 18 e os 30 anos (70%).

As regras de contenção impostas pelo governo continuam a obter um alto nível de aceitação, e um total de 91% dos inquiridos afirma que as cumpre.

O Instituto Robert Koch (RKI) apontou hoje 2.467 novos casos, e seis novas vítimas mortais, mas com dois estados federados a falharem o envio de dados atualizados.

Os valores apontados à segunda-feira costumam ser menores do que os verificados durante a semana. No mesmo dia da semana passada, eram 1.382 os novos contágios.

Desde o início da pandemia de covid-19, a Alemanha já contabilizou 325.331 casos confirmados e 9.621 vítimas mortais. No total, cerca 276.900 pessoas já superaram a doença, 2.100 nas últimas 24 horas. Há, de acordo com o RKI, 532 pacientes nos cuidados intensivos.

O índice de reprodução é, nesta altura, de 1,4, o que significa que 10 pessoas com a doença contagiam 14.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e setenta e quatro mil mortos e mais de 37,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.080 pessoas dos 86.664 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

 

JYD // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS