AirNorth suspende voos para Díli devido a mudanças de regras para tripulação

A companhia aérea australiana AirNorth suspendeu pelo menos até final de março todos os voos com passageiros entre Darwin e Díli devido a mudanças de regras de quarentena para a tripulação na Austrália.

AirNorth suspende voos para Díli devido a mudanças de regras para tripulação

AirNorth suspende voos para Díli devido a mudanças de regras para tripulação

A companhia aérea australiana AirNorth suspendeu pelo menos até final de março todos os voos com passageiros entre Darwin e Díli devido a mudanças de regras de quarentena para a tripulação na Austrália.

A companhia aérea australiana AirNorth suspendeu pelo menos até final de março todos os voos com passageiros entre Darwin e Díli devido a mudanças de regras de quarentena para a tripulação na Austrália.

Na sua página a empresa explica que os voos entre as duas cidades estão suspensos até 31 de março, mas sem adiantar qualquer justificação.

No entanto, fonte do setor confirmou à Lusa que a medida se deve ao facto de os responsáveis médicos do Território Norte da Austrália terem suspendido uma isenção para a tripulação da empresa não ter de fazer quarentena no regresso a Darwin, quando voltava de Díli.

A mesma fonte explicou que, até aqui a tripulação não era obrigada a cumprir os 14 dias de quarentena depois de cada voo semanal que fazia entre as duas cidades.

O facto da AirNorth ser uma empresa de menor dimensão implica que a obrigatoriedade da quarentena teria um grande peso nos recursos humanos da empresa.

Apesar da limitação na quarentena, que torna inviável as viagens de passageiros, a empresa continuará a transportar carga para Díli, segundo as mesmas fontes.

Não foi possível à Lusa obter comentários da AirNorth ou do Governo do Território Norte.

As ligações de passageiros entre as duas cidades eram, até aqui, as únicas regulares para Díli que está sem voos comerciais desde março do ano passado.

Os voos estavam limitados, no caso da ida para a Austrália, a cidadãos australianos e residentes permanentes naquele país, tendo todos obrigatoriamente que cumprir 14 dias de quarentena à chegada.

Todos os passageiros que viajem para Díli têm igualmente que completar os 14 dias de quarentena.

Timor-Leste tem atualmente 39 casos ativos da covid-19 e está em estado de emergência até ao início de março.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS