Covid-19: África com mais 34 mortos nas últimas 24 horas

África anunciou hoje mais 34 mortes e 2.730 infetados por covid-19 nas últimas 24 horas, o que eleva o total de óbitos desde o início da pandemia para 129.753 – dados oficiais.

Covid-19: África com mais 34 mortos nas últimas 24 horas

Covid-19: África com mais 34 mortos nas últimas 24 horas

África anunciou hoje mais 34 mortes e 2.730 infetados por covid-19 nas últimas 24 horas, o que eleva o total de óbitos desde o início da pandemia para 129.753 – dados oficiais.

Lisboa, 29 mai 2021 (Lusa) — África anunciou hoje mais 34 mortes e 2.730 infetados por covid-19 nas últimas 24 horas, o que eleva o total de óbitos desde o início da pandemia para 129.753, de acordo com os dados oficiais mais recentes.

Segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número total de casos no continente é agora de 4.802.687 e o de recuperados da doença é de 4.343.800, mais 796 do que na véspera, embora os países mais afetados no continente não tenham atualizado os dados respetivos nas últimas 24 horas.

A África Austral continua a ser a região mais afetada, com 2.061.497 casos e 64.395 óbitos oficialmente associados à covid-19.

A África do Sul é o país mais afetado pela covid-19 no continente, embora os dados deste país não tenham sido atualizados nas últimas 24 horas, contabilizando um total de 1.649.977 casos e 56.170 mortes.

O Norte de África é a segunda região do continente mais atingida, com 1.449.603 infetados com o vírus SARS-CoV-2 e 43.692 mortes associadas à infeção.

A África Oriental contabiliza 646.942 infeções e 12.665 mortos, e a região da África Ocidental regista 472.074 casos de infeção e 6.223 mortes.

A região da África Central é a que regista menos casos de infeção e de mortes, 172.571 e 2.778 respetivamente.

A seguir à África do Sul, o Egito é o país com mais vítimas mortais, registando 14.904 mortes e 258.407 infetados, números que não foram atualizados nas últimas 24 horas.

A Tunísia, com 12.451 óbitos, registou hoje mais um caso de infeção, para um total de 340.251 casos, e Marrocos, que regista menos mortes do que os seus dois vizinhos do Norte de África, mas mais infetados, registou um total de 518.122 casos e 9.134 mortes associadas à covid-19 desde o início da pandemia, o mesmo balanço do que na véspera.

Entre os países mais afetados estão também a Etiópia, com 4.127 vítimas mortais e 270.527 infeções, e a Argélia, com 3.579 óbitos e 127.926 infetados.

Moçambique regista 835 mortes e 70.697 casos, seguindo-se Angola (749 óbitos e 33.944 casos), Cabo Verde (261 mortos e 30.122 casos), Guiné Equatorial (113 óbitos e 8.476 casos), Guiné-Bissau (68 mortos e 3.756 casos) e São Tomé e Príncipe (37 mortos e 2.338 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.513.088 mortos no mundo, resultantes de mais de 168,9 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

RCS // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS