Covid-19: África com mais 245 mortes e passa 1,8 milhões de casos de infeção

África passou hoje 1,8 milhões de infetados pelo novo coronavírus, tendo registado nas últimas 24 horas mais 245 mortes, aumentando para 43.421 o total de vítimas mortais.

Covid-19: África com mais 245 mortes e passa 1,8 milhões de casos de infeção

Covid-19: África com mais 245 mortes e passa 1,8 milhões de casos de infeção

África passou hoje 1,8 milhões de infetados pelo novo coronavírus, tendo registado nas últimas 24 horas mais 245 mortes, aumentando para 43.421 o total de vítimas mortais.

Redação, 03 nov 2020 (Lusa) — África passou hoje 1,8 milhões de infetados pelo novo coronavírus, tendo registado nas últimas 24 horas mais 245 mortes devido à covid-19, aumentando para 43.421 o total de vítimas mortais, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), nos 55 Estados-membros da organização registaram-se nas últimas 24 horas mais 7.844 casos de covid-19, para um total de 1.802.351.

O número de recuperados é agora de 1.475.897, mais 9.121 do que na véspera.

O maior número de casos de infeção e de mortes regista-se na África Austral, com 808.972 infeções e 20.943 mortes por covid-19. Nesta região, a África do Sul, o país mais afetado do continente, contabiliza um total de 727.595 casos de infeção e 19.465 mortes.

O norte de África, a segunda zona mais afetada pela pandemia, regista um total de 524.365 pessoas infetadas e 14.555 mortos e na África Oriental há 217.225 infetados e 4.008 vítimas mortais.

Na região da África Ocidental, o número de infeções é de 190.967, com 2.772 vítimas mortais, e a África Central regista 60.822 casos e 1.143 óbitos.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 6.291 mortos e 107.925 infetados, seguindo-se Marrocos, que contabiliza 3.826 vítimas mortais e 225.070 casos de infeção.

A Argélia surge logo a seguir, com 58.574 infeções e 1.980 mortos.

Entre os seis países mais afetados estão também a Etiópia, que regista 96.942 casos de infeção e 1.489 vítimas mortais, e a Nigéria, com 63.036 infetados e 1.147 mortos.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, Angola lidera em número de mortos e Moçambique tem o maior número de casos.

Angola regista 289 óbitos e 11.228 casos, seguindo-se Cabo Verde (95 mortos e 8.882 casos), Moçambique (94 mortos e 13.130 casos), Guiné Equatorial (83 mortos e 5.089 casos), Guiné-Bissau (41 mortos e 2.413 casos) e São Tomé e Príncipe (16 mortos e 944 casos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos e mais de 46,5 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

VM // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS