Covid-19: África com mais 1.311 mortes e 29.833 novos casos

África registou mais 1.311 mortes associadas à covid-19 e 29.833 infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana.

Covid-19: África com mais 1.311 mortes e 29.833 novos casos

Covid-19: África com mais 1.311 mortes e 29.833 novos casos

África registou mais 1.311 mortes associadas à covid-19 e 29.833 infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana.

O número total de casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 ascende agora a 7.286.927, enquanto o de óbitos atinge os 183.763.

Já o número de recuperados no continente está agora em 6.468.009.

Por região, a África Austral continua a ser a mais afetada, com quase metade dos casos totais no continente africano – 3.478.862, dos quais 3.142.293 foram considerados recuperados, e 96.144 mortes.

O Norte de África regista 2.171.034 infeções, sendo 1.829.391 recuperados e 58.938 mortes.

Por sua vez, a África Oriental tem 859.019 casos, 805.933 recuperados e 17.945 mortes associadas à covid-19.

Já a África Ocidental contabiliza 566.029 casos, sendo 511.172 recuperados, e 7.561 mortes.

A África Central é a região com menos casos – 211.983 casos, dos quais 179.220 recuperados, e 3.175 mortes.

Entre os países mais afetados pelo vírus destacam-se a África do Sul, com 2.605.586 casos e 77.141 mortes; Marrocos, com 759.456 infetados e 11.017 óbitos, e a Tunísia, com 625.688 casos e 21.905 mortes.

A Zâmbia, que soma 202.261 casos de infeção e 3.529 óbitos, o Egito com 285.358 infeções e 16.619 mortes, e a Etiópia com 289.274 casos e 4.478 mortos, bem como a Nigéria, com 182.503 e 2.219 mortos também surgem entre os mais afetados.

Assim como o Botsuana, com 136.758 e 1.973 mortes e a Líbia, com 281.930 infetados pela doença e 3.904 óbitos.

No que diz respeito aos países de língua oficial portuguesa, Moçambique regista 138.749 casos e 1.716 óbitos, seguido por Angola (44.617 casos e 1.100 óbitos), Cabo Verde (34.397 infetados e 300 mortos), Guiné Equatorial (8.972 casos e 123 óbitos), Guiné-Bissau (5.123 casos e 90 mortes) e São Tomé e Príncipe (2.488 infetados e 37 mortos).

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro de 2020, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A covid-19 provocou pelo menos 4.353.003 mortes em todo o mundo, entre mais de 206,7 milhões de infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 17.562 pessoas e foram registados 1.003.335 casos de infeção, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil ou Peru.

ATR (PE) // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS