Covid-19: Açores com mais um caso e um doente recuperado nas últimas 24 horas

Os Açores registaram nas últimas 24 horas um novo caso positivo de covid-19 em São Miguel e a recuperação de um doente na mesma ilha, informou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

Covid-19: Açores com mais um caso e um doente recuperado nas últimas 24 horas

Covid-19: Açores com mais um caso e um doente recuperado nas últimas 24 horas

Os Açores registaram nas últimas 24 horas um novo caso positivo de covid-19 em São Miguel e a recuperação de um doente na mesma ilha, informou hoje a Autoridade de Saúde Regional.

O comunicado diário emitido por aquela entidade diz que foram “realizadas 1.408 análises nos dois laboratórios de referência da região” (em São Miguel e na Terceira) entre quarta-feira e hoje.

Quanto ao novo caso diagnosticado, reporta-se a um homem com 44 anos, “não residente, que desembarcou na região em 15 de setembro proveniente de território continental, tendo realizado teste de despiste ao vírus SARS-CoV-2 à chegada e obtido resultado positivo”.

O caso, acrescenta o comunicado, “apresenta situação clínica estável e foram já diligenciados, pela Delegação de Saúde Concelhia, os procedimentos definidos para caso confirmado, testagem e vigilância de contactos próximos”.

O doente recuperado na ilha de São Miguel é uma mulher com 27 anos, que eleva para 169 o número de casos recuperados de covid-19 nos Açores.

Até ao momento, foram detetados na região 258 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença covid-19, verificando-se atualmente 44 casos positivos ativos, dos quais 34 em São Miguel, sete na Terceira, dois no Pico e um na ilha Graciosa.

Desde o início do surto morreram 16 pessoas na região, todas em São Miguel.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 941.473 mortos e mais de 29,9 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.878 pessoas dos 65.626 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

APE // ROC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS