Consumo de gás natural cresce 7,2% em janeiro para novo máximo de 6.752 GWh

O consumo de gás natural em Portugal atingiu um novo máximo histórico em janeiro, com um crescimento de 7,2%, para 6.752 gigawatt hora (GWh), e as renováveis abasteceram 67% do consumo de eletricidade, anunciou hoje a REN.

Consumo de gás natural cresce 7,2% em janeiro para novo máximo de 6.752 GWh

Consumo de gás natural cresce 7,2% em janeiro para novo máximo de 6.752 GWh

O consumo de gás natural em Portugal atingiu um novo máximo histórico em janeiro, com um crescimento de 7,2%, para 6.752 gigawatt hora (GWh), e as renováveis abasteceram 67% do consumo de eletricidade, anunciou hoje a REN.

“O consumo de gás natural em Portugal atingiu um novo máximo histórico em janeiro, com 6752 GWh, um crescimento de 7,2% face ao período homólogo”, divulgou hoje a REN – Redes Energéticas Nacionais.

Para este crescimento contribuíram as “condições competitivas do gás natural face ao carvão”, no segmento de produção de energia elétrica, que cresceu 64%, esclarece a gestora do sistema elétrico e de gás natural.

Também o consumo de energia elétrica registou, no mesmo mês, um crescimento de 0,9% (ou 2,7% corrigido dos efeitos da temperatura e número de dias úteis), face a janeiro de 2019, com a energia proveniente de fontes renováveis a abastecer 67% do consumo nacional de eletricidade.

O índice de produtividade hidroelétrica situou-se em 1,03 (média histórica igual a 1), ficando “perto dos valores normais” para janeiro, e o mesmo índice para as eólicas fixou-se em 0.99.

“Desta forma, a produção renovável abasteceu 67% do consumo nacional (incluindo saldo exportador), repartida por hídrica com 36%, eólica com 24%, biomassa 5% e fotovoltaica 1,2%, a produção não renovável 33%, repartida por gás natural com 31% e carvão que mantém uma utilização residual com 2%”, especificou a REN, em comunicado.

O primeiro mês do ano ficou também marcado por um saldo de trocas com o estrangeiro exportador, que correspondeu a cerca de 10% do consumo nacional.

MPE // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS