Condenado a 25 anos de prisão por matar os pais no Barreiro

Bruno Neto, de 44 anos, foi condenado pelo Tribunal de Almada à pena máxima de 25 anos de prisão, por ter tirado a fica aos pais com recurso a uma faca, em abril do ano passado.

Condenado a 25 anos de prisão por matar os pais no Barreiro

Condenado a 25 anos de prisão por matar os pais no Barreiro

Bruno Neto, de 44 anos, foi condenado pelo Tribunal de Almada à pena máxima de 25 anos de prisão, por ter tirado a fica aos pais com recurso a uma faca, em abril do ano passado.

«Para a condenação, o tribunal teve em conta os factos descritos na acusação, porquanto em abril de 2018, no interior da residência dos pais no Barreiro, com quem vivia, o arguido ter desferido dezenas de facadas, enquanto aqueles descansavam, durante a madrugada», lê-se em nota publicada na plataforma online da Procuradoria da República da Comarca Lisboa. «As facadas foram desferidas com um punhal, na zona torácica e cervical», prossegue o documento. O arguido agora condenado, na posse da caderneta bancária dos pais, na madrugada de 26 de abril, levantou 300 euros para a compra de estupefacientes.

LEIA DEPOIS

Túnel desaba sobre autocarro no Rio de Janeiro

O agora condenado tentou acabar com a própria vida

«A intervenção policial deveu-se ao facto de os familiares ligarem para os falecidos, como era hábito, e de ninguém atender o telefone. Pelo que foi suscitada a entrada na habitação, onde foram encontrados os cadáveres e também o homicida», lê-se no acórdão, cuja leitura se realizou esta quarta-feira. O arguido foi condenado por homicídio qualificado e detenção de arma proibida, assim como a pena acessória de indignidade sucessória (sem direito a herança). O homem mantém-se em prisão preventiva, havendo possibilidade de recurso. Em comunicado na altura do crime, a Polícia Judiciária explicou ter detido o suspeito no local onde se encontravam as vítimas, de 70 e de 75 anos, num prédio da Avenida do Movimento das Forças Armadas, no Barreiro, distrito de Setúbal. Depois de cometer o crime, Bruno Neto feriu-se, numa tentativa falhada de acabar com a própria vida. Recebeu tratamento em hospitais do Barreiro e de Lisboa. Após ter tido alta, foi detido pela Polícia Judiciária.

LEIA MAIS

Previsão do tempo para sábado, 18 de maio

Mãe de 90 anos reencontra filha que deu para adoção há 70 [vídeo]

Capotamento na Segunda Circular faz uma vítima

Impala Instagram


RELACIONADOS