Concertos acústicos de músicos portugueses no regresso do festival EA Live Évora

Quatro concertos acústicos de artistas portugueses marcam o regresso do festival EA Live Évora, em julho, organizado pela Fundação Eugénio de Almeida (FEA), após um ano de interregno provocado pela pandemia de covid-19, revelou hoje a organização.

Concertos acústicos de músicos portugueses no regresso do festival EA Live Évora

Concertos acústicos de músicos portugueses no regresso do festival EA Live Évora

Quatro concertos acústicos de artistas portugueses marcam o regresso do festival EA Live Évora, em julho, organizado pela Fundação Eugénio de Almeida (FEA), após um ano de interregno provocado pela pandemia de covid-19, revelou hoje a organização.

Pedro Abrunhosa, Carolina Deslandes, Bárbara Tinoco e Tiago Nacarato sobem ao palco nos dias 16, 17, 23 e 24 de julho, respetivamente, na Quinta de Valbom, num “ambiente intimista”, e com vista para as “idílicas vinhas da Adega da Cartuxa”, explicou a FEA em comunicado enviado à agência Lusa.

“Promovendo Évora como destino cultural de excelência, o EA Live irá transmitir a sua energia única à comunidade e a todo os que a visitarem”, adianta a organização do festival, que ainda “dará a oportunidade a quatro artistas emergentes de atuarem na abertura de cada um dos concertos”.

O festival teve origem numa campanha da Fundação Eugénio de Almeida, em 2016, na qual cinco artistas de diferentes áreas foram “convidados a provar e a traduzir o vinho EA da Cartuxa em arte”, segundo o sítio oficial do festival na internet.

Desde então, acrescente a FEA no comunicado, tem vindo “a traçar um caminho que transformou profundamente uma marca de vinhos numa marca com ligações à arte de fazer música”.

“Idealizado para os amantes de música e vinho, nos últimos anos o conceito já assumiu o formato de ‘slow fest, fast festival, music sessions’, harmonizando sempre os bons momentos com [vinho] EA”, classificou a organização.

A lotação do EA Live irá respeitar as normas indicadas pela Direção-Geral da Saúde, assegura a FEA, e os 30 euros de custo do bilhete, à venda nos locais habituais, incluem uma degustação de vinhos EA.

Os concertos têm início às 20:30 e o festival irá disponibilizar estacionamento gratuito no centro da cidade de Évora e ligação ao recinto dos concertos através de um serviço de ‘transfers’.

Desde o seu ano de estreia, em 2017, o EA Live decorre maioritariamente na capital do Alto Alentejo, mas já contou com passagens por Lisboa, em edições anteriores, nomeadamente no Coliseu dos Recreios e no Campo Pequeno.

 

SYL // MAG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS