Concerto de Caetano Veloso não correu bem e Salvador Sobral foi o culpado

Cantor português marcou presença num dos concertos que o músico brasileiro deu em Portugal. O espetáculo não correu bem e a culpa é do vencedor do Festival Eurovisão da Canção.

Concerto de Caetano Veloso não correu bem e Salvador Sobral foi o culpado

Cantor português marcou presença num dos concertos que o músico brasileiro deu em Portugal. O espetáculo não correu bem e a culpa é do vencedor do Festival Eurovisão da Canção.

Cateano Veloso mostrou a sua admiração por Salvador Sobral num vídeo partilhado nas redes sociais. O cantor português alcançou um feito inédito ao conquistar o Festival Eurovisão da Canção. O artista brasileiro deu dois concertos em Portugal. E convidou o cantor português do momento para assistir a um deles. Depois jantaram juntos na casa da fadista Carminho. E até tocaram e cantaram a dois. Parece uma história feliz, mas não é. É que um dos concertos de Caetano Veloso não correu bem e Salvador Sobral foi o culpado.

A história foi contada por Salvador Sobral à imprensa. Depois de ter almoçado com Eduardo Ferro Rodrigues, no dia em que foi homenageado no Parlamento. “A Carminho disse que ia fazer um jantar lá em casa e convidou-nos. Tocámos uns boleros, de que gosto muito. O meu disco preferido dele é o ‘Fina Estampa’. Tivemos a cantar boleros, Dorival Caymmi. E há uma coisa interessante que ele me disse logo quando o conheci: ‘O concerto não foi muito bom, estava nervoso porque você estava aí’.”, partilhou o cantor.

Salvador Sobral revelou ainda a sua grande admiração por Caetano Veloso. Afirmando que conhecer o consagrado artista brasileiro é o melhor que aconteceu depois da conquista do Festival Eurovisão da Canção. “É a melhor coisa desta experiência. Sem desfazer a vitória”, graceja, salientando a honra de ter cantado com Caetano, pouco comum a muitos artistas. “É verdade. Tenho essa consciência. É o máximo desta experiência”, diz.

Salvador Sobral diz que conhecer Caetano Veloso “é a melhor coisa desta experiência”

O cantor português até abre as portas a uma parceria com o artista brasileiro num futuro trabalho. “Essas coisas não podem ser forçadas. Se acontecer será muito bonito”, refere. Tudo isto foi partilhado ao lado da irmã, Luísa Sobral, num dia passado no Parlamento.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Tito Calado

Impala Instagram

Mais

RELACIONADOS