Companhia Nacional de Bailado em julho no Teatro Municipal da Covilhã

A atuação da Companhia Nacional de Bailado é um dos destaques da programação de julho do Teatro Municipal da Covilhã.

Companhia Nacional de Bailado em julho no Teatro Municipal da Covilhã

Companhia Nacional de Bailado em julho no Teatro Municipal da Covilhã

A atuação da Companhia Nacional de Bailado é um dos destaques da programação de julho do Teatro Municipal da Covilhã.

Covilhã, Castelo Branco, 22 jun (Lusa) — A atuação da Companhia Nacional de Bailado é um dos destaques da programação de julho do Teatro Municipal da Covilhã (TMC).

“A Companhia Nacional de Bailado apresenta o programa ‘Noite Branca’ no TMC, dia 02 de julho, às 21:30. Celebra-se o encontro entre a imaginação e a técnica em tons suaves que remetem para os atos brancos dos bailados clássicos”.

O programa “Noite Branca” contará diferentes obras, entre as quais “Snow”, de Luís Marrafa, coreógrafo português sediado em Bruxelas, que apresenta em estreia absoluta a sua primeira coreografia para os bailarinos da Companhia Nacional de Bailado.

Já Yannick Bouquin regressa à companhia para coreografar uma nova obra, na qual a fantasia e o engenho balético são exaltados num “Pas de Deux” sobre uma composição de Shostakovitch.

“A graciosidade e inteligência do movimento do mestre Georges Balanchine é revisitada neste programa através do seu emblemático” ‘Concerto Barocco’.

Já no dia 09 de julho, às 21:30, o TMC acolhe os Cais Sodré Funk Connection, uma banda de veteranos da música portuguesa e “verdadeiros embaixadores” do funk & soul.

“O ‘soul power’ é assegurado por Francisco Rebelo no baixo, João Gomes nas teclas, David Pessoa na guitarra, Rui Alves na bateria e pela secção de sopros composta por João Cabrita, José Raminhos e Miguel Marques, acompanhados pelas vozes de NBC e TAMIN (Telma Santos)”, é sublinhado pelo TMC.

Segundo a informação, após 10 anos de concertos pelos mais prestigiados palcos do país, esta banda apresentará “novas temáticas e canções para celebrar a vida adulta, sem perder a energia contagiante tão bem caracterizada na sua música”.

No dia 14 de julho, às 21:30, o Laboratório de Artes Performativas Sénior, da Quarta Parede, apresenta o espetáculo “À Beira”, que tem como ponto de partida a tradição oral da Cova da Beira e dimensões relacionadas com as faculdades e processos da memória individual e coletiva.

Este espetáculo resulta do Laboratório de Artes Performativas Sénior, um projeto de experimentação, pesquisa e criação artística para adultos seniores, desenvolvido pela Quarta Parede, desde 2018.

CYC // SSS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS