Comentários racistas de professor levam a abertura de inquérito

Um professor do Departamento de Física da Universidade de Aveiro publicou, nas redes sociais, mensagens de teor “discriminatório”. O reitor da instituição já fez saber que ordenou a abertura de um processo de inquérito uma vez que não compactuam com as mensagens.

Comentários racistas de professor levam a abertura de inquérito

Comentários racistas de professor levam a abertura de inquérito

Um professor do Departamento de Física da Universidade de Aveiro publicou, nas redes sociais, mensagens de teor “discriminatório”. O reitor da instituição já fez saber que ordenou a abertura de um processo de inquérito uma vez que não compactuam com as mensagens.

Um professor do Departamento de Física da Universidade de Aveiro publicou, nas redes sociais, mensagens de teor “discriminatório”. O reitor da instituição já fez saber, através do JN, que ordenou a abertura de um processo de inquérito uma vez que não compactuam com as mensagens.

Segundo o mesmo jornal, o perfil público de Paulo Lopes no Facebook não contém mensagens públicas desde 30 de dezembro e as
“discriminatórias” foram publicadas até julho.Terá, no entanto, escrito “Aquela preta julga que a cor da pele lhe dá o direito de ser agressiva e selvagem”, ao partilhar uma notícia sobre uma mulher acusada de morder um polícia. Escreveu ainda sobre a detenção de suspeitos da morte do estudante caboverdiano Luís Gionavi, dizendo que a Imprensa não disse “que foi um ataque racista e um crime de ódio”, porque “o bando assassino era de ciganos!!!!!!!”.

O homem escreveu ainda mensagens negacionistas “Serei eu o único à face da Terra a perceber que as quarentenas e isolamentos sociais servem de RIGOROSAMENTE NADA???”. Em adição, no mês do orgulho LGBTI+, disse: “Orgulho em ser-se doente e pervertido???”

LEIA AINDA
Tarado sexual preso após masturbar-se à frente de duas menores
Tarado sexual preso após masturbar-se à frente de duas menores
Homem já havia sido condenado três vezes por crimes sexuais contra menores e só há quarta condenação apanhou prisão efetiva. Exibição do pénis e masturbação à frente de duas menores foi o mais recente episódio. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS