Copiloto ferido no acidente do Canadair «estável e fora de perigo»

O copiloto do avião Canadair que caiu no sábado enquanto combatia o incêndio que lavra em Portugal e Espanha, está hoje «estável e fora de perigo», revela fonte do hospital de Braga.

Copiloto ferido no acidente do Canadair «estável e fora de perigo»

Copiloto ferido no acidente do Canadair «estável e fora de perigo»

O copiloto do avião Canadair que caiu no sábado enquanto combatia o incêndio que lavra em Portugal e Espanha, está hoje «estável e fora de perigo», revela fonte do hospital de Braga.

O copiloto do avião Canadair que caiu no sábado, enquanto combatia o incêndio que lavra em Portugal e em Espanha, na zona do Parque Nacional da Peneda-Gerês, está este domingo, 9 de agosto, «estável e fora de perigo», revela fonte do hospital de Braga. O homem, de 39 anos e de nacionalidade espanhola, sofreu ferimentos graves. Está desde sábado internado no Hospital de Braga e encontra-se «estabilizado e fora de perigo», indica fonte oficial daquela unidade de saúde.

LEIA DEPOIS
Feto de 20 semanas encontrado no sistema de águas residuais no Algarve

INEM não conseguiu reverter paragem cardíaca do piloto do Canadair

O acidente com o avião que combatia um incêndio no Parque Nacional da Peneda-Gerês, em Lindoso, concelho de Ponte da Barca, no distrito de Viana do Castelo, vitimou no sábado o piloto de nacionalidade portuguesa e 65 anos. (Veja leia aqui a notícia, com vídeo.) Segundo o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), quando o primeiro helicóptero mobilizado para o socorro aos pilotos do Canadair chegou ao local, cerca de uma hora depois do alerta, o piloto português estava «em paragem cardiorrespiratória». A equipa do INEM fez manobras de suporte básico de vida «sem conseguir reverter a paragem».

Combatem o incêndio 149 operacionais, apoiados por 44 meios terrestres

De acordo com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o avião despenhou-se num acidente junto à Barragem do Alto do Lindoso, na sequência de uma operação de scooping (reabastecimento do depósito de água). De acordo com a página da Internet da ANEPC, às 13h25, combatiam o incêndio 149 operacionais, apoiados por 44 meios terrestres. Na manhã deste domingo, os meios aéreos não foram acionados para ajudar no combate devido à nebulosidade que atingia a zona.

LEIA AGORA
Cratera no porto de Beirute após explosão tem profundidade superior à altura do Cristo Redentor

Impala Instagram


RELACIONADOS