Clarinetista Telmo Costa é o Músico do Ano do Prémio Jovens Músicos 2019

O clarinetista Telmo Costa é o Jovem Músico do Ano do Prémio Jovens Músicos, organizado pela RTP/Antena 2, anunciou este canal da rádio pública.

Clarinetista Telmo Costa é o Músico do Ano do Prémio Jovens Músicos 2019

Clarinetista Telmo Costa é o Músico do Ano do Prémio Jovens Músicos 2019

O clarinetista Telmo Costa é o Jovem Músico do Ano do Prémio Jovens Músicos, organizado pela RTP/Antena 2, anunciou este canal da rádio pública.

“Como Jovem Músico do Ano, Telmo Costa é também credor do Prémio Maestro Silva Pereira e do Prémio do Círculo Richard Wagner, aos quais juntou ainda o Prémio da União Europeia para Concursos Musicais para Jovens”, lê-se na conta oficial do Facebook, da Antena 2, canal especializado em música clássica da rádio pública.

Telmo Costa era um dos seis vencedores, por categoria, da 33.ª edição do Prémio Jovens Músicos, que se apresentaram na quinta-feira à noite para a última prova da competição, realizada no concerto de abertura do Festival Jovens Músicos, a decorrer na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, e que encerra no sábado.

Ana Clara Sousa, em flauta, Cristiano Rios, em percussão, Rafael Kyrychenko, em piano, Joaquim Miguel Rocha, em trombone baixo, e Maria Reis Sá, em violino, eram os outros finalistas, candidatos ao título de Jovem Músico do Ano/Prémio Maestro Silva Pereira, galardão máximo do concurso.

O laureado será o protagonista do concerto de gala, no fecho da edição deste ano do festival, a realizar no sábado, no Grande Auditório Gulbenkian, em que também será estreada a obra do compositor Francisco Fontes “Manifesto”, vencedora do Concurso de Composição Antena 2/Sociedade Portuguesa de Autores.

Os concertos de abertura e fecho do festival contam com a Orquestra Gulbenkian e a direção do ex-laureado do Prémio José Eduardo Gomes.

No último dia, atuam ainda o Ensemble de Jazz da Jobra, distinguido este ano na festa do jazz do Teatro S. Luiz, em Lisboa, o Tomás Marques Quarteto, vencedor da categoria Jazz Combo, e o Pedro Moreira Sax Ensemble, que inclui anteriores laureados.

Serão também apresentados álbuns de ex-distinguidos no PMJ: o álbum do Artium Trio, do violinista Francisco Lima Santos, do violoncelista Pedro Gomes Silva e do pianista João Barata, e o disco “O que será do rio”, do compositor Nuno da Rocha, vencedor do Prémio de Composição Antena 2/SPA 2012, com a peça “O que será do rio without John Cage?” composta para Orquestra Barroca.

O Prémio Jovens Músicos, organizado pela Antena 2 desde 1987, tem direção musical do compositor Luís Tinoco e soma mais de 80 músicos distinguidos.

Entre estes encontram-se o regente Nuno Coelho, atual maestro convidado da Orquestra Gulbenkian, assistente de Gustavo Dudamel na Filarmónica de Los Angeles e vencedor do Prémio Cadaqués 2017, e o tenor Fernando Guimarães, que foi candidato aos Grammy de 2015, como protagonista de “Il ritorno d’Ulisse in Patria”, de Monteverdi, com a orquestra Boston Baroque.

A pianista Joana Gama, o saxofonista Ricardo Toscano, o compositor, maestro e percussionista Pedro Carneiro, Pedro Ribeiro, 1.º oboé da Orquestra Gulbenkian, o violoncelista Bruno Borralhinho, da Orquestra de Dresden, foram outros laureados do concurso que teve como primeiro vencedor o violetista e compositor Alexandre Delgado.

Este ano, concorreram 278 músicos em oito categorias. As provas de seleção realizaram-se em junho, em Castelo Branco, e, as finais, em julho, na Casa da Música, no Porto.

Todos os concertos do festival são transmitidos pela Antena 2.

MAG (NL) // HB

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS