Chamas pouparam unidades turísticas, segurança dos visitantes está assegurada

Vários incêndios deflagraram no distrito de Castelo Branco no sábado. Dois com origem na Sertã e um em Vila de Rei, tendo este último alastrado, ainda no sábado, ao concelho de Mação.

Chamas pouparam unidades turísticas, segurança dos visitantes está assegurada

Chamas pouparam unidades turísticas, segurança dos visitantes está assegurada

Vários incêndios deflagraram no distrito de Castelo Branco no sábado. Dois com origem na Sertã e um em Vila de Rei, tendo este último alastrado, ainda no sábado, ao concelho de Mação.

Aveiro, 26 jul 2019 (Lusa) – A Turismo do Centro revelou hoje que nenhuma unidade turística foi atingida pelos incêndios que começaram no fim de semana e assegurou que os visitantes podem “desfrutar com segurança e conforto” os tesouros turísticos e culturais do Centro do país.

“Desta vez as chamas pouparam os nossos empreendimentos e está tudo a funcionar com normalidade”, disse à agência Lusa o presidente da Turismo do Centro, Pedro Machado, que revelou que a Entidade Regional tem sido contactada por operadores turísticos internacionais que querem avaliar “o grau de segurança” que a região oferece aos visitantes.

Pedro Machado reconheceu que houve algumas desistências nas reservas de estabelecimentos hoteleiros situados no perímetro dos incêndios do fim de semana, que atingiram sobretudo os concelhos de Mação, Sertã e Vila do Rei, mas garantiu que a tendência será de recuperação.

“A perceção de segurança, sobretudo para os operadores internacionais, voltou a ser afetada, porque toda a gente tem ainda na memória o inferno que a região viveu em 2017. Mas desta vez, felizmente, não há vítimas mortais a lamentar e na área turística não há registo de estragos”, referiu Machado.

O presidente da Entidade Regional convidou “toda a gente” a visitar a região, descrita como um país dentro de um país devido à diversidade das suas ofertas: praia, montanha, património cultural e artístico, gastronomia e vinhos, cinco sítios Património Mundial da Humanidade e o santuário de Fátima, entre outras ofertas.

Machado lembrou ainda que a área da Turismo do Centro, que engloba cem municípios, tem registado nos últimos anos uma subida na atividade turística acima da média nacional, apesar dos incêndios de 2017 e da passagem da tempestade Leslie.

Vários incêndios deflagraram no distrito de Castelo Branco ao início da tarde de sábado. Dois com origem na Sertã e um em Vila de Rei assumiram maiores dimensões, tendo este último alastrado, ainda no sábado, ao concelho de Mação, distrito de Santarém.

RBF // SSS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS