Cerca de 50 manifestantes em Lisboa em defesa do clima

Cerca de 50 manifestantes em Lisboa em defesa do clima

“Gás, carvão, petróleo debaixo de solo” gritaram hoje cerca de 50 manifestantes, em Lisboa, em defesa do clima, em frente da sede de uma empresa de exploração de combustíveis fósseis.

O protesto começou cerca das 13:30 na avenida da Liberdade. Decorreu ao som do ritmo alegre dos tambores tocados por alguns dos ativistas que se juntaram à marcha do clima convocada para 150 cidades, entre os quais voluntários da Climáximo, SOS Salvem o Surf, Extintion Rebellion, Diem 25 e Climate Reality Project.

Além das palavras de ordem, como “não ao furo, sim ao futuro” — uma alusão aos projetos da Australis para a zona centro do país –, os manifestantes traduziram também o móbil deste protesto em cartazes com dizeres como “mar a avançar e os políticos a cagar”, ou “send goodvibes, not emissions” (“enviem boas vibrações, não emissões”), “we will always not have Paris” (“não teremos sempre Paris”) e “furem a vossa prima”.

O momento alto do protesto aconteceu com uma performance durante a qual a sede da Australis e uma torre simbólica representando a exploração petrolífera foram rodeadas com uma linha vermelha tricotada.

RCR // HB

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Cerca de 50 manifestantes em Lisboa em defesa do clima

“Gás, carvão, petróleo debaixo de solo” gritaram hoje cerca de 50 manifestantes, em Lisboa, em defesa do clima, em frente da sede de uma empresa de exploração de combustíveis fósseis.