Caso de tuberculose detetado na cadeia de Chaves

Um caso de tuberculose pulmonar foi detetado no Estabelecimento Prisional de Chaves, uma situação que está a ser acompanhada pela Unidade de Saúde Pública.

Caso de tuberculose detetado na cadeia de Chaves

Caso de tuberculose detetado na cadeia de Chaves

Um caso de tuberculose pulmonar foi detetado no Estabelecimento Prisional de Chaves, uma situação que está a ser acompanhada pela Unidade de Saúde Pública.

Um caso de tuberculose pulmonar foi detetado no Estabelecimento Prisional de Chaves, uma situação que está a ser acompanhada pela Unidade de Saúde Pública, segundo fontes da Administração Regional de Saúde do Norte e dos Serviços Prisionais.

A Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) disse hoje, em comunicado, que o caso de tuberculose pulmonar foi identificado na segunda-feira e que, no próprio dia, a Unidade de Saúde Local deu início “aos procedimentos necessários”.

Ou seja, procedeu à “identificação dos contactos próximos do caso, elegíveis para rastreio, o qual se encontra em curso”.

Esta manhã, em resposta escrita enviada à agência Lusa, a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) disse que, “no âmbito da avaliação clínica que é feita aos reclusos vindos da liberdade, foi detetado que um recluso recém entrado acusava positivo para a tuberculose”.

Este recluso, segundo a DGRSP, encontra-se internado e em tratamento no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro.

A fonte referiu ainda que os técnicos de saúde “deslocaram-se ao Estabelecimento Prisional de Chaves, tendo procedido à avaliação/ rastreio de quem esteve em contacto de maior proximidade com o recluso doente”.

A DGRSP informou que a Unidade de Saúde Pública, do Agrupamento de Centros de Saúde de Alto Tâmega e Barroso, “não notificou, até ao presente momento, qualquer outro caso de positividade para a tuberculose”.

A ARS Norte salientou ainda que as autoridades de saúde vão continuar “atentas à evolução desta situação e a desenvolver as medidas consideradas necessárias neste âmbito”.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS