Caso BES: Ricardo Salgado leva nega de juiz no processo de Teresa Guilherme

Juiz recusa extinguir processo interposto por Teresa Guilherme a Ricardo Salgado. Apresentadora reclama o pagamento de 2,35 milhões de euros, acrescidos de juros.

Caso BES: Ricardo Salgado leva nega de juiz no processo de Teresa Guilherme

Caso BES: Ricardo Salgado leva nega de juiz no processo de Teresa Guilherme

Juiz recusa extinguir processo interposto por Teresa Guilherme a Ricardo Salgado. Apresentadora reclama o pagamento de 2,35 milhões de euros, acrescidos de juros.

Na passada segunda-feira, Ricardo Salgado pediu ao tribunal que julgasse improcedente o processo de Teresa Guilherme contra si. No entanto, e de acordo com o Correio da Manhã, o magistrado do caso negou.

LEIA DEPOISBebé Matilde vai ser operada esta sexta-feira

Teresa Guilherme reclama o pagamento de 2,35 milhões de euros, acrescidos de juros, que investiu em papel comercial do Grupo Espírito Santo (GES). Também Carlos Queiroz, atual treinador da seleção da Colômbia, avançou com uma ação contra o GES no Dubai, uma vez que numa noite, o treinador perdeu mais de 700 mil euros que tinha depositado no Espírito Santo Bankers, banco que o GES detinha no Dubai.

Salgado pediu ao tribunal que julgasse improcedente ação movida

Ricardo Salgado pediu ao tribunal que  julgasse improcedente a ação movida por Teresa Guilherme e por duas das suas empresas – Teresa Guilherme SGPS e Teresa Guilherme SA – depois de o Tribunal da Relação de Lisboa ter dado razão à apresentado no recurso, em junho de 2018, contra a absolvição do banqueiro, BES, Haitong Bank (ex-BESI) e Gnb – Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Mobiliário (ex- ESAF).

Segundo o Correio da Manhã,  Ricardo Salgado alegou que a comissão liquidatária do Banco Espírito Santo não reconheceu os créditos reclamados pela apresentadora e pelas suas empresas no processo e, por isso, considera que também não têm de ter créditos contra ele.

Teresa Guilherme a as suas empresas fazem parte da lista de 21 mil credores cujos créditos não foram reconhecidos pela comissão liquidatária do BES. Juntamente com a TVI, a apresentadora e as suas empresas investiram 2,35 milhões de euros aos quais se acrescentam mais de 116 mil euros em juros, fazendo um total de 2,46 milhões de euros.

LEIA MAIS

Novas regras das vendas em saldo entram hoje em vigor

Previsão do tempo para sábado

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS