Cartão de cidadão mais rápido para portugueses no centro de Moçambique

Cartão de cidadão mais rápido para portugueses no centro de Moçambique

A resolução de problemas informáticos no centro de Moçambique vai possibilitar que se emita o cartão de cidadão mais rapidamente, anunciou hoje o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

Beira, Moçambique, 13 abr (Lusa) – A resolução de problemas informáticos no centro de Moçambique vai possibilitar que se emita o cartão de cidadão mais rapidamente, anunciou hoje o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, durante uma visita à região.


As anomalias “impediam uma resposta mais célere” dos serviços consulares na cidade da Beira, “nomeadamente na emissão do cartão do cidadão”, disse o governante à Lusa, após um encontro com a comunidade portuguesa e visita ao consulado na cidade da Beira.


“Algum material em falta seguirá” de Portugal para Moçambique “na próxima semana”, sublinhou.


O governante terminou hoje, na cidade da Beira, uma visita que realiza desde terça-feira a Moçambique e na quinta-feira reuniu-se com dezenas de membros da comunidade portuguesa naquela que é a capital da província de Sofala.


Há 11 anos que um membro do Governo português não passava pela cidade costeira, uma das mais importantes de Moçambique, notou.


Durante o encontro, ouviu várias sugestões e uma vai no sentido de se reforçar a formação de professores em língua portuguesa.


A proposta a avaliar em Lisboa vai no sentido de o leitor de Português, do instituto Camões, na cidade da Beira, apoiar os docentes da escola de uma instituição sem fins lucrativos.


A “belíssima experiência” da Escola Portuguesa de Maputo pode também servir de inspiração, acrescentou José Luís Carneiro, notando ter ali encontrado qualidades raras, mesmo em Portugal.


José Luís Carneiro desafiou ainda a comunidade na Beira a reativar o movimento associativo, que pode beneficiar de apoios específicos do Governo.


Os serviços consulares de Maputo e Beira têm registados entre 28 mil a 30 mil portugueses a residir em Moçambique.



LFO // VM

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Cartão de cidadão mais rápido para portugueses no centro de Moçambique

A resolução de problemas informáticos no centro de Moçambique vai possibilitar que se emita o cartão de cidadão mais rapidamente, anunciou hoje o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.