Campeã nacional corre risco de perder braço após ataque animal

Cidália Martins foi brutalmente atacada por dois cães enquanto treinava. Graves lesões podem significar a amputação de um braço e consequente fim da carreira.

Campeã nacional corre risco de perder braço após ataque animal

Campeã nacional corre risco de perder braço após ataque animal

Cidália Martins foi brutalmente atacada por dois cães enquanto treinava. Graves lesões podem significar a amputação de um braço e consequente fim da carreira.

Cidália Martins, penta campeã nacional de trail running, está internada no Hospital de São José, em Lisboa, desde 12 de fevereiro, após ter sido atacada por dois cães da raça cane corso, em Alenquer.

O brutal ataque causou-lhe graves ferimentos nos braços, razão pela qual corre o risco de amputar um braço e assim nunca mais poder praticar trail running, modalidade na qual é campeã nacional há cinco anos consecutivos.

“Tinha o osso do braço esquerdo à mostra todo rasgado e a cara dela tinha carne. Os cães tentaram arrancar-lhe os braços, cada um puxou para seu lado. Arrastaram-na muitos metros no chão”, lembra José Martins, marido da vítima.

O dono dos animais é militar da GNR. A instituição adianta que já abriu um inquérito para apurar as circunstâncias do ataque.

Hélder Barros, porta-voz da GNR, confirmou ao JN que os cães são “propriedade privada do militar” e que a GNR já “abriu um processo interno para apurar as circunstâncias em que aconteceu o ataque e se houve uma violação das regras internas”. Os animais estão à guarda do município de Alenquer.

LEIA TAMBÉM
Confinamento com adolescentes? Há uma forma de tornar tudo mais fácil
Confinamento com adolescentes? Há uma forma de tornar tudo mais fácil
A antropóloga Fabiana Gomes e a curadora e formadora de mindfulness Georgiana Lecléry ajudam pais e filhos nos tempos de confinamento a lidarem melhor uns com os outros. (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS