Camané e João Barradas no ciclo de concertos programado pela editora Cuca Monga

Uma atuação do fadista Camané com o acordeonista João Barradas encerra, a 10 de setembro no espaço Casa do Capitão, em Lisboa, um ciclo de concertos que a editora portuguesa Cuca Monga programou desde maio na capital.

Camané e João Barradas no ciclo de concertos programado pela editora Cuca Monga

Camané e João Barradas no ciclo de concertos programado pela editora Cuca Monga

Uma atuação do fadista Camané com o acordeonista João Barradas encerra, a 10 de setembro no espaço Casa do Capitão, em Lisboa, um ciclo de concertos que a editora portuguesa Cuca Monga programou desde maio na capital.

De acordo com a programação anunciada, a convite da editora, Camané irá interpretar repertório de fado acompanhado pelo músico João Barradas, que tem explorado uma sonoridade mais ‘jazzística’ do acordeão.

O Ciclo Cuca Monga teve início em maio no terraço do espaço Penha.Sco, com concertos programados com bandas e músicos que integram o coletivo editorial, nomeadamente Luís Severo, Rapaz Ego, Bisp0 e El Salvador (baterista de Capitão Fausto), e outros convidados.

Em junho, a editora esteve no Núcleo A70 e em julho passou pela Casa do Capitão, mês em que convidou os saxofonistas Ricardo Toscano, Rodrigo Amado e Pedro Sousa.

Em setembro, a Cuca Monga regressa à Casa do Capitão – espaço cultural temporário situado no Hub Criativo do Beato -, com dois concertos, a 09 e 10 de setembro.

Além da atuação de Camané e João Barradas, estão marcados concertos de Bisp0 (outro dos projetos paralelos dos Capitão Fausto), a cantora Bia Maria e o músico Jasmim.

A editora e coletivo Cuca Monga congrega cerca de duas dezenas de músicos portugueses, que partilham projetos ou assinam em nome próprio, como Zarco, Reis da República, Ganso, Bisp0 e Capitão Fausto.

No verão de 2020 lançaram – enquanto Conjunto Cuca Monga – o álbum “Cuca Vida”, composto entre todos os músicos durante o primeiro confinamento, e gravaram, em formato audiolivro, as obras “Alice no País das Maravilhas” e “Alice do Outro lado do Espelho”, de Lewis Carroll, a convite da Fábrica das Artes, do Centro Cultural de Belém.

SS // TDI

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS