Cabo Verde prepara medidas para eventual surgimento de casos de gripe das aves

A Direção Geral de Agricultura, Silvicultura e Pecuária cabo-verdiana não registou qualquer suspeita de casos de gripe aviária no país, mas indicou hoje que já está a preparar medidas em caso de aparecimento de qualquer surto.

Cabo Verde prepara medidas para eventual surgimento de casos de gripe das aves

Cabo Verde prepara medidas para eventual surgimento de casos de gripe das aves

A Direção Geral de Agricultura, Silvicultura e Pecuária cabo-verdiana não registou qualquer suspeita de casos de gripe aviária no país, mas indicou hoje que já está a preparar medidas em caso de aparecimento de qualquer surto.

O órgão de administração veterinária nacional fez o anúncio após o Centro Regional de Saúde Animal em Bamaco, no Mali, (CRSA) ter alertado sobre o ressurgimento da gripe aviária altamente patogénica nos países da África Ocidental.

“Em Cabo Verde ainda não há suspeita, entretanto estamos a acompanhar a situação e a preparar para a tomada das medidas em caso de aparecimento de qualquer surto”, adiantou a Direção Geral de Agricultura, Silvicultura e Pecuária.

Entre as medidas está a atualização do plano de contingência para a prevenção, controlo e luta contra a gripe aviária altamente patogénica, com a participação de parceiros, bem como a preparação para a ativação da Comissão Nacional do Plano de Emergência e o reforço da vigilância epidemiológica veterinária a nível das delegações do Ministério da Agricultura e Ambiente.

As autoridades cabo-verdianas vão ainda preparar o laboratório veterinário em meios para possível deteção precoce e rápida dos casos, ao mesmo tempo que alerta as delegações para o reforço da vigilância epidemiológica no terreno.

A direção geral vai ainda reforçar os serviços de inspeção sanitária a nível da coordenação e fronteiras internacionais, pontos de entrada de mercadorias, a fim de prevenir a entrada da doença.

Uma outra medida será informar e sensibilizar aos diferentes atores no sentido de estarem atentos e notificar sobre quaisquer eventos e rumores que possam surgir, visando uma deteção precoce e resposta rápida.

A autoridade veterinária cabo-verdiana apelou ainda a todos a manterem as aves domésticas confinadas e aconselhou a todos a evitarem contacto direto com aves mortas sobretudo selvagens e migratórias.

“Reforçar as medidas de biossegurança dentro das instalações avícolas, nomeadamente higiene pessoal e das instalações, desinfeção e isolamento de doentes”, apontou a direção geral, que promete emitir novas informações conforme a evolução da situação.

O vírus da gripe das aves está a espalhar-se em vários países europeus, incluindo França, onde milhões de animais foram abatidos para impedir a progressão da doença.

RIPE // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS