Cabo Verde com nova carta náutica produzida pela Marinha portuguesa ao fim de 60 anos

O arquipélago de Cabo Verde conta desde domingo com uma nova carta náutica, publicada pelo Instituto Hidrográfico de Portugal e que substitui a versão de 1960.

Cabo Verde com nova carta náutica produzida pela Marinha portuguesa ao fim de 60 anos

Cabo Verde com nova carta náutica produzida pela Marinha portuguesa ao fim de 60 anos

O arquipélago de Cabo Verde conta desde domingo com uma nova carta náutica, publicada pelo Instituto Hidrográfico de Portugal e que substitui a versão de 1960.

Praia, 07 dez 2020 (Lusa) – O arquipélago de Cabo Verde conta desde domingo com uma nova carta náutica, publicada pelo Instituto Hidrográfico de Portugal e que substitui a versão de 1960, divulgaram hoje a Marinha portuguesa e Instituto Marítimo e Portuário (IMP) cabo-verdiano.

A atualização da Carta Náutica Oficial de Cabo Verde recorreu a dados adquiridos durante as missões da Brigada Hidrográfica e dos navios hidrográficos da Marinha Portuguesa, realizadas no arquipélago desde 2016.

“Adicionalmente, foram utilizados dados adquiridos por navios científicos estrangeiros, realçando-se a colaboração institucional no propósito de permitir ao Instituto Hidrográfico a publicação de cartografia náutica com dados batimétricos mais recentes e de maior resolução em prol da segurança da navegação”, explicou a Marinha portuguesa, em comunicado.

Acrescentou que esta publicação “vem dar resposta às necessidades de atualização da cartografia náutica de Cabo Verde, apoiada na estreita colaboração com o IMP” e “permitindo vincar as responsabilidades do Instituto Hidrográfico na região”.

Em nota divulgada hoje, o IMP destaca que a nova carta náutica do arquipélago de Cabo Verde “vem dar resposta às necessidades de atualização da cartografia náutica do país e consequentemente da segurança à navegação marítima”.

“A Administração Marítima nacional regozija-se com a publicação por parte do Instituto Hidrográfico de Portugal da nova Carta Náutica, que vem trazer mais segurança à navegação marítima e induzir maior prevenção à poluição marinha”, lê-se.

Ainda segundo o IMP, as Cartas Náuticas de Cabo Verde resultam de um protocolo de cooperação assinado entre os Governos de Cabo Verde e de Portugal, estabelecido em 1986 e reforçado em 2003, no âmbito da Segurança Marítima, Oceanografia, Hidrografia e Cartografia.

PVJ // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS