Buscas por taxista desaparecido em Odivelas são alargadas até ao Rio Trancão

As buscas pelo taxista que se despistou, durante a madrugada, numa ribeira em Odivelas foram alargadas até ao Rio Trancão, em Sacavém (Loures), numa extensão que chega aos 15 quilómetros.

Buscas por taxista desaparecido em Odivelas são alargadas até ao Rio Trancão

Buscas por taxista desaparecido em Odivelas são alargadas até ao Rio Trancão

As buscas pelo taxista que se despistou, durante a madrugada, numa ribeira em Odivelas foram alargadas até ao Rio Trancão, em Sacavém (Loures), numa extensão que chega aos 15 quilómetros.

“Já percorremos desde o local do acidente e o facto é que ainda não encontrámos nenhuma vítima”, indicou aos jornalistas o comandante dos Bombeiros Voluntários de Odivelas, Nelson Viana, referindo que as buscas foram alargadas até ao rio Trancão.

Para o local das operações, foram acionadas quatro embarcações, uma mota de água, duas equipas de drones, além dos bombeiros presentes e respetivos veículos, meios a que se vão juntar ainda duas equipas cinotécnicas da PSP (equipas especializadas em resgates).

“Continuamos a fazer as buscas no leito do rio com equipas apeadas e também nas margens do rio”, acrescentou o comandante dos bombeiros de Odivelas.

Nelson Viana referiu também que as “condições atmosféricas adversas”, a corrente e o caudal do rio estão a dificultar as buscas, ao mesmo tempo que vê a vegetação alta da ribeira como uma ajuda nas operações, na esperança de que o taxista esteja aí preso.

O trabalho das autoridades vai continuar nas próximas horas e será adaptado conforme as condições existentes, referiu.

Na sequência de um despiste na rua da Ribeira da Póvoa, num bairro localizado no Olival Basto, por volta das 02:38, um táxi caiu na água, sendo que um dos ocupantes foi resgatado com ferimentos ligeiros por agentes da PSP e transportado para o Hospital de Loures, mas não conseguiram resgatar o taxista-

“Estivemos sempre em comunicação com ela [a pessoa desaparecida], mas num determinado momento deixou de nos responder”, relatou aos jornalistas esta manhã o comandante dos Bombeiros Voluntários de Odivelas, Nelson Viana.

Um segundo despiste aconteceu uma hora depois, com o alerta dado pelas 03:40, sendo que o condutor do veículo, que estava alcoolizado, também foi retirado com ferimentos ligeiros e levado para o Hospital de Loures.

O presidente da Junta de Freguesia da Póvoa de Santo Adrião/Olival Basto, Rogério Breia (PS), confirmou à Lusa que o condutor alcoolizado já teve alta.

“O segundo carro foi mandado parar pela PSP”, indicou o autarca, ordem que não terá sido cumprida e o homem, em vez de fazer marcha-atrás, avançou em direção à ribeira.

A estrada onde seguiam os automóveis é estreita e, no local onde se deram os despistes, não existe uma proteção para evitar quedas na ribeira, acidentes que, segundo os moradores ouvidos pela Lusa, não são novos.

GYM (RCP) // SF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS