Brasileira agredida até à morte em Santarém deixa dois filhos

A Polícia Judiciária esteve na manhã de segunda-feira, por volta das 11h30, na casa da vítima, para fazer perícias.O corpo de Lúcia Oliveira seguiu para autópsia.

Brasileira agredida até à morte em Santarém deixa dois filhos

Brasileira agredida até à morte em Santarém deixa dois filhos

A Polícia Judiciária esteve na manhã de segunda-feira, por volta das 11h30, na casa da vítima, para fazer perícias.O corpo de Lúcia Oliveira seguiu para autópsia.

Lúcia Oliveira, de 48 anos, foi encontrada sem vida ao final da noite de domingo, 27 de Janeiro, na Travessa das Frigideiras. A mulher de nacionalidade brasileira viva na cidade de Santarém há 10 anos e apresentava marcas de extrema violência.

LEIA MAIS: Santarém | Mulher agredida em casa até à morte

Foi encontrada em casa por um amigo que pediu, em desespero, a um vizinho, que chamasse as autoridades.

Segundo o jornal O Mirante, Lúcia tinha dois filhos de anteriores relacionamentos e há cinco anos que era casada com um camionista português, natural de Santarém.

O espaço onde o corpo foi encontrado era arrendado, e à mesma publicação, os vizinhos dizem haver, «sobretudo ao fim-de-semana, grande movimento».

O filho mais velho da vítima vive no Canadá e omais novo, de 16 anos, é portador de Síndroma de Down. Vivia com a vítima e frequentava a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão com Deficiência Mental (APPACDM) de Santarém.

A Polícia Judiciária esteve na manhã de segunda-feira, por volta das 11h30, na casa da vítima, para fazer perícias. O corpo de Lúcia Oliveira seguiu para autópsia.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Impala Instagram


RELACIONADOS